George Soros || Créditos: Getty Images

Depois de doar bilhões, George Soros demite funcionários de seu family office em NY

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
George Soros || Créditos: Getty Images

George Soros parece estar mesmo mergulhado em uma fase de “downsizing”. Depois de ser notícia, no último dia 18, ao anunciar que transferiu US$ 18 bilhões (R$ 58,4 bilhões) de sua fortuna pessoal para a ONG Open Society Foundations, que fundou em 1993 para promover a democracia, os direitos humanos e a liberdade de imprensa mundo afora, o bilionário húngaro naturalizado americano, que ainda tem pelos menos US$ 8 bilhões (R$ 26 bilhões), resolveu diminuir o staff do family office onde dá expediente em Nova York, o Soros Fund Management.

Desde a última segunda-feira, oito funcionários da empresa foram demitidos, a maioria por redução de custos, sendo que um dos dispensados – que ocupava um cargo de diretoria – perdeu o emprego por apresentar resultados abaixo do esperado. Já um outro diretor, que trabalhava com Soros há anos, aproveitou a debandada para pedir a conta e abrir seu próprio fundo e, para sua surpresa, acabou ganhando um cheque generoso do ex-patrão, que decidiu se tornar o primeiro investidor no negócio dele. (Por Anderson Antunes)

 

Você também pode gostar