Deluxe total: Glamurama cria um manual para quem quer se casar na Itália!

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Nota villawithaview
Vista de jardim de propriedade em Florença || Créditos: Silvia Galora

Casar-se na Itália é um desejo em comum entre muitos casais. Mas ainda há dúvidas a respeito da organização de um “destination wedding” italiano. Em visita ao Brasil, a consultora Cristina Artana, dona da empresa Wedding Date in Italy, visitou a Casa Glamurama e nos contou detalhes dos bastidores dos casamentos na Itália.

Como resultado do bate-papo, provamos que dizer sim em um castelo, palácio, mosteiro, vilas ou vinhedos italianos está mais perto de virar realidade do que se imagina. Abaixo, sete passos para trocar alianças em paisagens que já testemunharam a união de casais que vão de Kim Kardashian e Kanye West a George e Amal Cloone. Vem!

1. LISTA DE CONVIDADOS

Nota Salone dei Cinquecento - Palazo Vecchio
Casamento de membro da família real indiana no histórico Palazzo Vecchio, em Florença || Créditos: Alessandro Moggi

O mínimo necessário de convidados para se casar na Itália são 10 pessoas, incluindo os noivos. “Este seria um míni casamento”, explica Cristina. Mas o número mais frequente no país vai de 80 a 100 pessoas. Cerimônias para 600 pessoas ou mais também não é possível, explica ela, dando como exemplo os mega casamentos de indianos, que reúnem milhares de pessoas e chegam a custar mais de 15 milhões de reais. O céu é o limite.

2. TIMMING 
O tempo ideal para dar início aos preparativos de um casamento na Itália é de 10 meses. Cristina explica que este é o tempo necessário para garantir, principalmente, a locação. Assim que marcada a data da cerimônia, os noivos devem disparar o Save the Date aos convidados e dar início às orientações que facilitem a viagem. Um exemplo de cordialidade para um casamento em outro país é se unir a uma agência de viagem para buscar tarifas especiais ao grupo de convidados, assim como mimos, passeios especiais e guias privados.

3. ALTA TEMPORADA

Casamento no campo na Toscana na propriedade Dimora Buonriposo || Créditos: Divulgação
Casamento no campo na Toscana na propriedade Dimora Buonriposo || Créditos: Pasquale Mazzei

A melhor época para se casar em território italiano? Entre os períodos que vão do meio de maio a junho, e do meio de agosto a setembro, quando o clima é ideal. Quando evitar? “Julho, quando é muito quente”, alerta Cristina.

4. DELUXE

Nota ok Relais&chateau4
Atmosfera de casamento de casal brasileiro no hotel Relais &Chateaux Il Falconiere, na Toscana, com chef 1 estrela Michelin || Créditos: Gabi Alves

Entre os mimos que podem dar um up em um casamento na Itália está a contratação de um chef com estrela(s) Michelin, já que a Itália é um dos países que mais concentra chefs estrelados, além de pratos que levam ingredientes sofisticados como trufas brancas. Fogos de artifício e decoração cinematográfica entram em cena também.

Nota Relais&chateau3
Detalhe da mesa de casamento no hotel Relais &Chateaux Il Falconiere, na Toscana || Créditos: Gabi Alves

5. INFORMAÇÕES IMPORTANTES 

Apesar da Itália ser um país predominantemente católico, com muitas igrejas, é possível realizar cerimônias diversas. Com documento legal, o casamento será validado no país de origem dos noivos.

6. BUDGET

Nota Odescalchi Castle 5
Castelo Odescalchi, nos arredores de Roma, onde Tom Cruise se casou com Katie Holmes ||  Créditos: Vinicio Ferri

O orçamento de um casamento varia do número de convidados, da estação do ano e da locação. Por exemplo: um casamento no campo, na Toscana, mais precisamente no hotel Relais & Chateau Il Falconiere, com chef 1 estrela Michelin e para 100 convidados sai a partir de 100 mil euros (R$ 339 mil), enquanto um casamento no jardim de uma vila em Florença para até 60 pessoas sai por cerca de 5 mil euros (17 mil).

Se preferir uma festa maior, pode optar por fazer em um monastério que comporta cerca de 200 pessoas por 90 mil euros (R$ 305 mil). Se o caixa foi ainda maior, os noivos podem optar por receber seus convidados no castelo Odescalchi, a 40 minutos de Roma, onde Tom Cruise se casou com Katie Holmes (foto acima).

Todos os valores incluem a locação do espaço, serviços de catering, buffet, músicos para a cerimônia, DJ, open bar durante a festa, decoração, bolo de casamento e mimos extras que variam a cada caso como intérprete da língua portuguesa, fotógrafos e serviço de chapelaria. Vai encarar, glamurette?

Kim Kardashian
Interior do castelo Odescalchi, nos arredores de Roma. Locação ideal para casamentos mais sofisticados || Créditos: Vinicio Ferri

 

 

 

Você também pode gostar