Considerado um dos casos mais longos, processo de divórcio entre Angelia Jolie e Brad Pitt pode durar até 2027

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Angelina Jolie e Brad Pitt / Crédito: Getty

Depois de cinco anos de batalha judicial, Angelina Jolie e Brad Pitt podem passar mais seis anos lutando pela guarda dos seis filhos e pela divisão de bens, totalizando 11 anos. Com isso, esse será um dos casos de divórcio mais longos dos Estados Unidos e, de acordo com especialistas, os atores já gastaram por volta de US$ 1 milhão (R$ 5, 57 milhões) em honorários do divórcio.

“É definitivamente um dos mais longos casos de celebridades que já vimos”, revelou a advogada Kelly Chang Rickert ao ‘Daily Mail’: “Eu acredito que Angelina e Brad já gastaram mais de US$1 milhão cada. Ambos estão empregando advogados de grande reputação e Angelina passou por vários.” Kelly revela também que as taxas honorárias podem variar entre US $ 1.000 (R$ 5, 57 mil) e US $ 1.500 (R$ 8,36 mil) “e eu estimaria que esses advogados podem estar cobrando 40 ou 50 horas por semana”, explicou.

O motivo do caso duradouro são os filhos do casal: “Seus filhos mais novos, os gêmeos Knox e Vivienne têm 12 anos, então isso pode durar mais seis anos até que eles atinjam a maioridade aos 18”, ressaltou a advogada. Chang revela que ela já viu casos assim acontecerem, que duraram até os filhos atingirem a fase adulta.

Além disso, é claro, Angelina e Brad Pitt possuem meios de pagar advogados até 2027. O antigo casal mais queridinho de Hollywood engatou um relacionamento após atuarem juntos no filme ‘Sr e Sra Smith’, em 2005. O término aconteceu em 2016.

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…