Pantanal pelas lentes de Araquém Alcântara

Com aproximação da temporada de seca, leilão de obras de arte pretende captar R$ 1 milhão para brigadas anti-incêndio no Pantanal

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Pantanal pelas lentes de Araquém Alcântara

O Pantanal tem sofrido com a destruição por conta das queimadas constantes. Em 2020, a região sofreu com mais de 30% de seu território completo ou parcialmente destruídos pelas chamas. A área conta com ações oficiais e voluntárias para que o fogo não se alastre mais, mas os efeitos da iniciativa tem tempo indeterminado e podem afetar, além da mata, bioma, fauna, flora, a vida de quem mora no local. Para tentar reverter a situação, já que a temporada de seca se aproxima – de maio a setembro – uma iniciativa que ressalta as belezas naturais do Pantanal pretende captar recursos para prestar um auxilio ainda maior contra as queimadas.

O Documenta Pantanal, um grupo de mulheres sensíveis à causa, que atua em documentação, desenvolvimento e preservação do ecossistema por meio de diferentes ações, vai promover leilão com obras de arte expressivas, em diversas linguagens, de artistas contemporâneos renomados e atuantes, que tem como meta captar R$ 1 milhão para utilizar em brigadas rurais anti-incêndio. Fernanda Feitosa, Mari Stockler, Mônica Guimarães, Paula Azevedo, Susana Steinbruch, Teresa Bracher e Monica Tinoco trabalham na captação de doações de obras, junto a artistas e colecionadores, que serão oferecidas a lance pelo leiloeiro Aloísio Cravo na plataforma Arremate.

O processo para coleta dessas obras acontece até o dia 31 de março. Depois disso, esses trabalhos serão disponibilizados por meio de um catálogo virtual no dia 1º de  maio e no dia 26 do mesmo mês, será realizado o leilão. O valor arrecadado vai permitir que o SOS Pantanal invista em equipamento, formação e manutenção de brigadas voluntárias anti-incêndios na região pelo por três anos.  Entre os nomes que já doaram para o leilão estão Leda Catunda, Jac Leirner e Daniel Senise, Alex Ceverny e Santídio Pereira.

A iniciativa ‘Documenta Pantanal’ ainda apoia projetos de diversos participantes, como os fotógrafos Araquém Alcântara, João Farkas e Luciano Candisani, do cineasta Jorge Bodanzky, da ativista cultural Marcia Rolón, da jornalista Claudia Gaigher e do pesquisador e chef Paulo Machado, entre outros. Também integram o coletivo algumas instituições comprometidas com esse bioma, como Acaia Pantanal,  o SOS Pantanal e o SOS Taquari,  a Associação Onçafari, o ICMBio, a Panthera Brasil  e os Institutos Arara Azul, Raquel Machado e Homem Pantaneiro, entre outras instituições, além de empreendimentos como o Refúgio Ecológico Caiman. Confira algumas das fotos e ajude.

Você também pode gostar

Fernanda Montenegro, atriz

Precisamos de tão pouco pra sermos felizes, o problema é que precisamos de muita experiência para compreendermos isso

Amyr Klink, navegador

Para se chegar onde quer, não é preciso força, basta controlar a razão