Reprodução digital da embarcação bíblica || Créditos: Reprodução

CIA investiu milhões de dólares para investigar o paradeiro da Arca de Noé, revela tabloide britânico

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Reconstrução digital da embarcação bíblica || Créditos: Reprodução

O casamento da princesa Eugenie e do comerciante de vinhos Jack Brooksbank ficou em segundo lugar na lista das notícias mais comentadas pelos britânicos no fim de semana. O que realmente deu o que falar na terra da rainha Elizabeth II foi uma matéria de capa bombástica publicada pelo tabloide “Daily Star” nesse domingo, com detalhes sobre vários documentos exclusivos obtidos pelos editores da publicação dando conta de que a CIA – a agência de inteligência oficial dos Estados Unidos – investiu milhões de dólares para investigar o paradeiro da… Arca de Noé!

Há anos haviam rumores sobre isso, mas até agora nunca tinham surgido provas como as levantadas pelo pessoal do “Daily Star”. Segundo estas, a CIA tratou o assunto como sendo de interesse do estado americano e usou até mesmo um satélite para analisar a superfície do Monte Arafat, localizado em Meca (Arábia Saudita), que estudiosos acreditam ser o local de descanso da embarcação construída pelo herói da Bíblia.

Consta nos paéeis que vários políticos de renome dos EUA, como os ex-senadores John Danforth e Barry Goldwater (morto em 1998), procuraram a CIA para ter acesso às investigações, mas foram informados de que se tratava de um assunto “top secret” e, em razão disso, ficaram a ver navios. A versão oficial da agência americana é de que não existe nenhuma evidência concreta que prove a existência da arca.

Um dos temas mais intrigantes nos universos da religião e da ciência, o paradeiro da Arca de Noé rende há tempos várias teorias conspiratórias. Já a história bíblica serviu de trama para vários filmes de Hollywood, sendo o mais recente “Noé”, de 2014, estrelado por Russell Crowe e dirigido por Darren Aronofsky, que arrecadou mais de US$ 362,6 milhões (R$ 1,36 bilhão) nas bilheterias internacionais. Prova de que a CIA não é a única interessada em saber mais sobre isso… (Por Anderson Antunes)

Um dos documentos publicados pelo “Daily Star” || Créditos: Reprodução
Você também pode gostar