Carolina Ferraz: “Não quero deixar os colegas na mão.” Entenda

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Carolina Ferraz é a vilã de “Além do Horizonte”, que estreia logo mais, nesta segunda-feira, no lugar de “Sangue Bom”, na Globo. “Sou má do tipo sem salvação. Fui a primeira a ser escalada, então não fiz teste, mas acho saudável e melhor pra todo mundo. Às vezes você forma um par romântico com um bom ator e uma boa atriz, mas eles não funcionam juntos… Por isso é importante testar antes.”

* Não vamos ver Carolina neste primeiro capítulo. “Eu só entro no décimo quarto. Estou bem nervosa com isso. O resto do elenco já está coeso, envolvido no projeto há 2 meses. Esse trem já está a 120 quilômetros por hora. Não quero deixar os colegas na mão. Interpreto uma das fundadoras da comunidade [onde existiria a felicidade plena], lá no meio do mato, e tenho envolvimento com os personagens do Alexandre Nero e Antônio Calloni.”

* Sobre a aposta da emissora em uma história sobrenatural com muita aventura, que tem a série americana “Lost” como uma das referências… “O horário das sete antes era de comédia e dava muito certo, mas o público mudou, então acho que experiências são bem-vindas. É o momento de pensar, trazer autores, linguagens e métodos diferentes. Não acho que vou fazer a novela que vai mudar o mundo, mas acontece de você ter muita expectativa e a coisa não dar certo, ou vir sem nenhuma e arrebentar.”

Você também pode gostar