Carol Dieckmann: vocação para trendsetter e segredo do bumbum empinado

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Carolina Dieckmann na inauguração da GAP do Barra Shopping, no Rio

Por Michelle Licory

Carolina Dieckmann está de férias, sem compromisso com nenhuma novela futura. “Vou fazer uma dramaturgia para o ‘Fantástico’, mas o projeto está no início e nem posso falar muito”. Para quem a vê toda desenvolta no “Esquenta”, programa de Regina Casé: não se engane. “Não penso em ser apresentadora. Minha vocação é ser atriz. Participo sempre do ‘Esquenta’ porque lá me sinto em casa. Sou fã da Gwyneth Paltrow e adoro assisti-la nessa mesma situação. Acho que meus fãs devem gostar de me ver à vontade, como eu sou na vida real, e não a trabalho, perceber o que há de mais verdadeiro em mim. Acho importante.”

Bumbum turbinado

Carol tem aproveitado o tempo livre para se dedicar à ginástica funcional. Ela foi uma das primeiras a descobrir o execício no Rio. Agora é moda… Reparamos que o bumbum da moça deu uma turbinada.  “A ginástica funcional não foca muito em nada, faz seu corpo todo trabalhar, ficar inteligente, ágil. Mas exercício na areia fofa, amor, levanta na hora. Faço durante uma hora, segunda e quarta, à noitinha, na praia, na frente da minha casa, em São Conrado. Ser ao ar livre é muito importante pra mim, não precisar pegar carro também, e essa questão de você usar o peso do próprio corpo… Não lesiona o músculo. Mas não sou viciada. Se estiver chovendo, não vou. Estou de férias. Não estou querendo levantar bumbum, e sim ser feliz. Faço à noite para não ter que usar protetor solar, que odeio. Fora que tenho fotofobia. E fazer exercício de óculos é péssimo, né?”

Entre Beyoncé e a  Gwyneth

Comentamos que Carol tem um quê de trendsetter. Foi ela também uma das pioneiras nessa onda de muay thai. “É verdade. Na época da Teodora [da novela ‘Fina Estampa’], comecei a fazer e virou febre. Adoro luta. Bota energia pra fora. Mas naquela época eu treinava em uma academia específica. Hoje tenho um professor particular que é lutador e me coloca para dar alguns socos.” Que famosa ela acha que tem o corpo ideal? “Fico entre a Beyoncé e a  Gwyneth. Tem que ter bunda, mas ser sequinha.”

Cool Hunting

Voltando ao faro da atriz para tendências, mudando o assunto para moda: “Quando fiz ‘Passione’, queria usar espadrille e não tinha pra vender aqui. A equipe da marca Ateen mandou fazer na fábrica de sapatos deles um modelo especialmente pra mim. Não tinha nem etiqueta. Hoje é febre também. Não sou uma pessoa consumista e nem acho que eu entenda tanto assim de moda. Mas, por exemplo, moletom, pra mim, é pra ficar comfort no sofá. Não pra sair de casa. Não fica muito feminino.” E pra terminar, ela soltou um hábito íntimo ligado à roupa – ou a falta dela: “Só durmo pelada.”

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…