O empresário brasileiro
O empresário brasileiro || Reprodução “Forbes”

Empresário brasileiro faz jogada de mestre ao vender empresa para grupo Coty

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Créditos:

A compra de toda a divisão de cosméticos da Hypermarcas pela gigante norte-americana Coty Inc, anunciada hoje em Nova York, pode ser suficiente para que o acionista controlador da empresa brasileira, João Alvez de Queiroz Filho, volte a figurar na lista de bilionários da revista “Forbes”. Conhecido como Júnior, o empresário possui cerca de 15% da Hypermarcas e é um dos 21 brasileiros que deixaram de integrar o clube dos dez dígitos desde março, quando apareceu no ranking da publicação norte-americana com um patrimônio estimado em US$ 1,2 bilhão (R$ 4,6 bilhões). A forte alta do dólar de lá para cá afetou a fortuna dele, que hoje está abaixo de US$ 1 bilhão.

Mas o valor investido pela Coty no negócio, de aproximadamente R$ 3,8 bilhões, pode mudar essa situação. Há ainda a possibilidade de que a Hypermarcas venda nos próximos meses sua divisão de fraldas, para se dedicar integralmente ao seu principal negócio, que é a produção de remédios. Vale lembrar que a Coty sonda o mercado brasileiro de cosméticos desde 2013, quando considerou fazer uma oferta pela Jequiti, de Silvio Santos.

Líder global no segmento, a Coty possui um portfólio de marcas de perfumes, maquiagem e produtos para a pele e o corpo vendidos em mais de 130 países que inclui a Rimmel, a DAVIDOFF e a OPI, de esmaltes, entre outras. (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…