Boas doses de escapismo caem bem em tempos como esses. Por essas e outras, ‘Emily em Paris’ é a série queridinha do momento!

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
‘Emily em Paris’ é bálsamo em tempos difíceis // Divulgação

Em tempos como os que vivemos, uma boa dose de escapismo se faz mais do que necessária. Quem aqui não gostaria de estar flanando pelas ruas ensolaradas de Paris, flertando, visitando museus, fazendo compras, em um mundo sem pandemia e coronavírus? Pois então, a dica é mergulhar de cabeça na série queridinha do momento ‘Emily em Paris’, da Netflix. A história da garota de Chicago que é transferida para a capital francesa para trabalhar em uma agência de Relações Públicas é uma espécie de ‘Sex and the City’ da geração millenial. E não é por acaso. Seu criador, Darren Star, é o mesmo da icônica série protagonizada por Carrie (Sarah Jessica Parker), só que o pano de fundo da trama é levado de Nova York para a Cidade Luz, com todos os bônus e ônus que essa mudança de ares implica.

Emily e Camille postando nas redes sociais // Reprodução

A Emily do título, vivida pela linda e ‘fresh’ Lily Collins, chega à França sem falar uma frase sequer na idioma , é hostilizada por seus colegas de trabalho e especialmente por sua chefe, Sylvie, interpretada pela ótima Philippine Leroy-Beaulieu, uma versão francesa de Anna Wintour, de O Diabo Veste Prada, que ao mesmo tempo em que despreza o estilo e comportamento nada francês da americana, se sente ameaçada por ela. Emily sofre todo o tipo de bullying dos companheiros de trabalho, que zombam de tudo, desde os looks escolhidos por ela até a abordagem mais moderna do próprio trabalho. Os franceses mostram o tempo todo o quanto são liberais nas relações amorosas, tem aquela vibe noir e densa, não são de rir por qualquer coisa sem importância e fumam muito. Emily, por sua vez, é solar e viciada em redes sociais e, desde que chega em Paris, registra fotos e impressões sobre o que acontece em sua nova vida. Com isso, vê o número de seguidores em seu Instagram aumentar vertiginosamente até o ponto em que ela se torna uma influencer, mesmo que sem querer. Esse embate EUA x França permeia todo o roteiro, ‘brincando’ com características dos nativos dos dois países.

Lily Collins como Emily usa look em homenagem a Carrie Bradshaw, de ‘Sex and the City’ // Divulgação

O figurino da protagonista também remete a ‘Sex and the City’, e não é para menos. Quem deu consultoria para a série foi a estilista Patricia Field, a mesma que criou looks icônicos usados por Carrie Bradshaw ao longo das seis temporadas da série. Inclusive, o vestido preto com saia de tule usado por Emily em uma festa é uma homenagem à personagem de Sarah Jessica Parker. Confira a galeria abaixo e play para ver o trailer:

Você também pode gostar