Bilionários Russos
Foto: Poudou99, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Bilionários da Rússia perdem bilhões com invasão do país à Ucrânia

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

A invasão da Ucrânia pela Rússia pode até ter colocado em prática as ameaças que o presidente russo, Vladimir Putin, fazia desde 2014 ao país vizinho, mas a decisão de ignorar os alertas internacionais e lançar um ataque militar foi sentida no bolso dos bilionários russos.

Alguns do homens mais ricos do país, cujas fortunas estão atreladas aos seus investimentos na Bolsa de Moscou, viram parte deles derreterem após a queda de 33% na quinta-feira, 24.

Para se ter uma ideia do tamanho do rombo, o oligarca Vagit Alekperov, maior acionista da gigante petroleira Lukoil, viu US$ 6 bilhões (R$ 30,9 bilhões) de suas ações na companhia evaporarem em questão de horas, o que fez dele o maior “perdedor” do dia entre os membros do clube dos dez dígitos russo, segundo o índice Bloomberg Billionaires.

Até Vladimir Potanin, o homem mais rico da Rússia, que tem investimentos em vários negócios e é amigo de Putin, perdeu dinheiro – no caso dele, a metade do montante de Alekperov foi pelo ralo, ou US$ 3 bilhões (R$ 15,5 bilhões).

Na sexta-feira, as empresas de capital aberto com ações negociadas na Bolsa de Moscou, a maior da Rússia, recuperaram um pouco do prejuízo da véspera. Mas, de acordo com analistas, a tendência é que o mercado de capitais do país sofra bastante caso Putin ignore os avisos que recebeu nos últimos dias.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que as investidas contra a Ucrânia terão “consequências fortes” em termos de sanções ao país, que também já estão sendo consideradas pela União Europeia. Mas Putin, que já foi chamado de homem mais poderoso do mundo, não deu sinais de que pretende recuar.

Você também pode gostar