Bilionário americano Carl Icahn pode se tornar o maior acionista da Apple

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

O bilionário norte-americano Carl Icahn usou o Twitter no último dia 13 para anunciar a compra de uma “participação expressiva” na Apple. Desde então, as ações da empresa fundada por Steve Jobs negociadas na bolsa subiram 6,5%, mas Icahn acha que essa valorização é exagerada, e ele já chegou até a falar sobre isso com Tim Cook, o CEO da Apple.

Mas o verdadeiro motivo que pode estar por trás da atitude de Icahn de questionar o valor das ações da Apple pode ser uma estratégia que ele já usou em outras companhias sobre as quais chegou a ter controle, como a Texaco, que é compensar uma eventual supervalorização com a troca por mais ações.

Nesse caso, é possível que Icahn, de 77 anos e com fortuna pessoal estimada em US$ 20 bilhões, esteja planejando se tornar um dos maiores acionistas ou até mesmo o controlador da Apple. No passado ele já bolou planos similares e se deu bem.

Você também pode gostar