Bethânia erra letra de Caetano no Prêmio da Música – e ninguém liga

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
cine-mbrasi1sas1106
Alcione, Leticia Sabatella, Renata Sorrah, Bethânia e Caetano, Matheus Nachtergaele mais Gilberto Gil com Andrucha Waddington: Prêmio da Música Brasileira || Créditos: Juliana Rezende

Maria Bethânia foi a homenageada deste ano do Prêmio da Música Brasileira, que aconteceu nessa quarta-feira no Theatro Municipal do Rio. Logo na abertura, ao cantar “O Quereres”, do irmão Caetano Veloso, esqueceu a letra – duas vezes. Mesmo com as palavras rolando de “cola” em um monitor. E diva lá lê o TP? Bom, ela pediu desculpa, com toda humildade. “Eu tinha que errar… Não Consigo. Desculpe.” Depois, Adriana Calcanhoto, Arnaldo Antunes, Lenine, Chico Cesar, Zelia Duncan, Alcione e até Letícia Sabatella cantaram reverenciando a estrela da noite, além de Caetano, claro. Ah, Leticia pediu benção para Alcione antes de se arriscar soltando a voz.

Renata Sorrah, Matheus Nachtergaele e Jackson Antunes também brilharam declamando poemas, outra paixão de Bethânia – Renata estava bastante emocionada, chegou a tremer a mão no microfone e soltou um suspiro de alívio depois da missão cumprida. Alceu Valença ganhou um prêmio e entrou engatinhando para receber [oi?]. Ney Matogrosso já estava no palco com o troféu de melhor disco quando foi anunciado o de melhor cantor. Ficou tão, tão feliz, que não desmanchava mais o sorriso, e os olhos se encheram de lágrimas, mesmo depois de tantos anos de carreira.

Gilberto Gil levou na categoria DVD, ao lado de Andrucha Waddington, que o dirigiu nesse projeto. No encerramento, Bethânia voltou e arrebatou a plateia com “Explode Coração”, e ainda fez um agradecimento caprichado. Um trecho? “Devo agradecer a Oxum, que consagrou, e aos amigos que mantêm a coragem de gostar de mim, apesar de mim”. Vem conferir os melhores momentos  na nossa galeria de fotos! (por Michelle Licory)

Você também pode gostar