Bernie Ecclestone, o chefão da F1, paga multa de R$ 230 mi à justiça alemã

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Bernie Ecclestone

Acusado de pagar R$ 100 milhões a título de suborno para um banqueiro alemão, em um negócio envolvendo a venda dos direitos comerciais da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, o chefão da categoria máxima do automobilismo, não será indiciado pelo suposto crime. A decisão foi anunciada nesta terça-feira pelo tribunal estadual de Munique, que chegou a um acordo com os advogados de Ecclestone.

Para não sentar no banco dos réus – e correr o risco de passar até 10 anos atrás das grades – o empresário vai pagar uma multa de por volta de R$ 230 milhões ao tribunal. Esse valor é a maior multa de todos os tempos da justiça alemã. (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar