Beatriz Milhazes vai abrir individual em Fortaleza || Crédito: Bruna Guerra

Todo o universo de Beatriz Milhazes em exposição em Fortaleza

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Beatriz Milhazes vai abrir individual em Fortaleza || Crédito: Bruna Guerra
Beatriz Milhazes vai abrir individual em Fortaleza || Crédito: Bruna Guerra

Flores, fios de pérolas, alvos, rendas, listras e cajus são alguns dos motivos que Beatriz Milhazes usa em sua exposição que abre nesta quinta na Universidade de Fortaleza. “Coleção de Motivos” é uma iniciativa da Fundação Edson Queiroz, mantenedora da universidade, cujo acervo de arte brasileira do século 20 reúne Lygia Clark, Di Cavalcanti, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Alfredo Volpi e a própria Milhazes, que em 2014 foi apontada pelo Artnet Analytics como uma das dez artistas vivas mais caras do mundo.

São cerca de 50 obras, entre pinturas, colagens e gravuras de vários momentos da produção de Milhazes, algumas do acervo dela mesma, outras da própria fundação e também de coleções particulares e públicas. A curadoria é de Luiza Interlenghi, que acredita que os motivos (com padrões de repetição) são uma ligação entre o caráter artesanal da pintura e a imagem industrial, reproduzida e veiculada na cultura de massa. Muitos dos motivos são apropriados da cultura popular, do design e de símbolos da cultura de massa, além dos criados pela própria artista. Glamurama estará lá para a abertura. Siga a seta e confira obras da exposição.

Em tempo: junto à exposição haverá oficinas de arte para crianças e uma sala com fotos, cronologia e dados sobre Beatriz.

“Coleção de Motivos”, Beatriz Milhazes
De 27 de fevereiro a 24 de maio
Espaço Cultural Unifor, campus da Universidade de Fortaleza, Av. Washington Soares, 1321, Fortaleza

Você também pode gostar