Artista brasileira vai abrir exposição solo na Fondazione Prada. Quem é ela?

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Laura Lima com sua instalação no Institute of Contemporary Art em Miami || Créditos: Divulgação
Laura Lima com sua instalação no Institute of Contemporary Art em Miami || Créditos: Divulgação

A artista Laura Lima está em contagem regressiva para inaugurar um grande projeto. No dia 15 de junho ela abre na Fondazione Prada, em Milão, o que chama provisoriamente de “Piscina”. Primeira brasileira a expor na Fundação criada por Miuccia Prada, ela vai construir uma piscina no que antes era uma cisterna e para tal passou os últimos meses na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro, na companhia de voluntários, criando o que chama de “sistema de instruções para construir uma escultura através de pessoas”. Todo processo contou com a ajuda de 15 pessoas, todas com roupas de banho. Guardado a sete chaves, o resultado final ainda é surpresa.

A jornada de Laura, que foi a primeira artista brasileira a vender uma performance, em 1995, não para por aqui. Glamurama sabe também que de Milão ela segue para Varsóvia, na Polônia, onde inaugura uma exposição no Centre for Contemporary Art Ujazdowski Castle, conhecido como CCA. Logo em seguida muda outra vez de destino e termina sua temporada artsy na cidade de Malmö, na Suécia, endereço que tem familiaridade, já que em 2014 o projeto “The Abstraction” foi apresentado no Lilith Performance Studio e consistia em transformar o espaço em um museu de arte, só que no comando estavam dez crianças de 7 a 12 anos. Cool! (Por Matheus Evangelista)

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…