Publicidade
Arnaldo Jabor
Foto: Divulgação/Tv Brasil

Arnaldo Jabor, cineasta, cronista, comentarista e jornalista, morreu na madrugada desta terça-feira, aos 81 aos, em São Paulo. Internado desde 17 de dezembro do ano passado no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, depois de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Segundo a família do cineasta, ele faleceu por volta da meia-noite, em decorrência de complicações do AVC.

Jabor, que dirigiu “Eu sei que vou te amar” (1986), indicado à Palma de Ouro de melhor filme do Festival de Cannes, se tornou conhecido por seus comentários nos telejornais da TV Globo desde 1991. Amante da sétima arte, ele dirigiu sete longas, dois curtas e dois documentários ao longo da carreira.

Formado no ambiente do Cinema Novo, Jabor participou da segunda fase do movimento, um dos maiores do país, conhecido por retratar questões políticas e sociais do Brasil inspirado no neorrealismo italiano e na nouvelle vague francesa. Foi também técnico sonoro, assistente de direção e crítico de cinema. Ele se formou pelo curso de cinema do Itamaraty-Unesco em 1964.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Milan Guide

Milan Guide

Estou prestes a embarcar para o Salone Del Mobile.Milano, um marco na indústria do design que celebra sua...
Festa Rabanne na NK

Festa Rabanne na NK

  Uma noite em clima disco para celebrar a abertura da Rabanne em sua primeira operação na América...

Instagram

Twitter