Antonia Frering || Crédito: Miguel Sá/ Divulgação

Antônia Frering: “A vida mudou. Só sendo pé no chão…”

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Antonia Frering || Crédito: Miguel Sá/ Divulgação
Antonia Frering || Crédito: Miguel Sá/ Divulgação

“Estou muito orgulhosa. Meus filhos têm que deslanchar. Os irmãos já deslancharam e agora é a vez dela”. As frases são de Antonia Frering, mãe de Maria Frering, que lançou – ao lado de sua sócia, Camila Cunha – a marca de joias Voya, nessa terça-feira no Fasano de Ipanema. “Todas as peças têm um estudo por trás. Tem uma linha que confundo e chamo de Buda, mas são lutadores de sumô [a coleção é inspirada no Japão]. Ela fica uma fera comigo.”

“Eu sempre vi essa vocação na Maria, mas ela não tinha certeza. Decidiu só na metade da faculdade de Economia, aí falamos pra terminar primeiro. E, nas férias, ela fazia cursos para ser designer de joias”. Comentamos que achamos a moça muito “pé no chão” na entrevista que fizemos com ela. “Isso não é só da Maria, é da família toda. Os meus outros filhos também são. A vida mudou. Só sendo desse jeito para enfrentar…”, nos respondeu a filha de Carmen Mayrink Veiga.

“Acordei às 4h30 da manhã. Estou trabalhando 12 horas por dia, gravando o seriado da franquia ‘Se Eu Fosse Você’ na Fox.” Planos para 2015? “Levar minha peça [‘Relações Aparentes’] para São Paulo.” Em tempo: Guilherme Frering, pai de Maria, também passou por lá. Levou um amigo estrangeiro para comprar um presente para a mulher, que não o acompanhou na viagem. Bebel Niemeyer era outra circulando pelo hotel. Deu para a filha Isabel Teixeira de Mello um pingente em forma de espada de samurai. Era tanta glamurette comprando que o brinco da linha lanterna que estava no mostruário – e Antônia já tinha reservado – acabou sendo vendido por engano… Para outra mulher. Vem ver quem mais passou por lá aqui embaixo, na nossa galeria de fotos!

Você também pode gostar