Glamurama bateu um papo com Tammy di Callafiori nesta quinta-feira, ela é um amor!

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Glamurama bateu um papo com Tammy Di Calafiori nessa quinta-feira sobre a nova fase da atriz. Com uma personagem em evidência na novela “Passione” e o lançamento do filme “A Suprema Felicidade”, de Arnaldo Jabor, a atriz não podia estar mais contente. “A fase é ótima, mas é de muito trabalho.” Tammy contou que as duas personagens são extremamente diferentes e que teve mais dificuldade para compor Marilyn, uma stripper virgem de 16 anos que se apresenta em um cabaré famoso do Rio.

* “Por mais que eu não seja como a Lorena, patricinha, tenho amigas que são, e tenho em quem me inspirar. Já a Marilyn é diferente, eu não conhecia ninguém assim, fui com o Jabor fazer laboratório e tudo, foi diferente de tudo que já tinha feito”, conta a atriz, que disse ter superado a timidez até que rápido para fazer as cenas de nudez.

Tammy Di Calafiori: colhendo os frutos

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…