Publicidade

Cada vez que a gente faz uma coisa nova, que nunca havia feito antes, um monte de sentimentos se atropelam. Primeiro, medo. Medo do novo, do desconhecido. Depois, a falta de conhecimento do terreno onde vai se pisar. A falta de referências. As comunicações truncadas, que nunca conseguem nos explicar do que se trata afinal esse tal de novo. Portanto, o medo é incomensurável. Mas por outro lado, alguém se lembra do que é ultrapassar as barreiras e enfrentar o que vem pela frente? O que a gente tem de enfrentar mas, às vezes, preferia não… Enfim, medo é a forma mais bloqueadora de sentimentos, energias, de mudança e até de cura, de transformação. Difícil atravessar a fronteira? Cruzar a porteira? Dar o passo em direção a? Sim, é difícil. Sim, não é para todos. Nem todo mundo consegue ter força nessas horas onde ela se faz tão necessária. Nessas horas, a coragem, a determinação, o empenho e a confiança é que fazem a diferença. Fácil falar, certo? Difícil de executar, concordo. Mas sempre existe um jeito. Tem sempre também uma maneira de recorrer a uma ajuda. O que vale é ir em frente. Às vezes me dá vontade de falar essas coisas meio… diferentes, que vêm do fundo da minha alma. Desculpe a invasão. Mas hoje foi assim. Semana que vem tem mais. Pra cima, moçada!

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Instagram

Twitter