01.09.2016  /  12:55

No Mapeando de setembro por Maína Mello: hora de girar a roda da vida

Maína Mello || Créditos: Miguel Lebre
Maína Mello || Créditos: Miguel Lebre

Setembro chega com mais dois eclipses no eixo Virgem/Peixes que reviram o país, pois Virgem é o signo do Brasil. Este é o eixo da purificação do zodíaco: Peixes é espírito, imaginação, amor sublime; Virgem é matéria, trabalho, dedicação. Estamos entre o céu e a terra, natureza e cosmos. Eclipses são as engrenagens do destino: eles põem a roda da vida para girar. No jogo de luz e sombra, eles revelam o que estava oculto e, sob uma nova consciência, somos chamados a mudar. Mas pode haver muita confusão na interpretação geral dos fatos. É importante ter atenção extra aos detalhes neste mês em que Mercúrio está retrógrado, também no signo de Virgem, até o dia 22. A retrogradação de Mercúrio é tempo de revisar, repensar, reconsiderar e editar. Tem seus atrasos, mudanças de planos, mal entendidos e desatenção, que podem provocar confusões. Mas, sendo bem conduzido, esse cuidado fundamental pode levar à excelência dos trabalhos e aos diálogos esclarecidos.

 O ingresso de Júpiter em Libra no dia 9, onde vai ficar por um ano, nos traz de volta ao tema da justiça: os dois pratos da balança avaliando pesos e medidas, diferenças e afinidades, tentando equilibrar a necessidade dos envolvidos. Isso é bom para harmonizar relações e embelezar a vida, mas é preciso compreender que a balança não é estática, ela oscila, e por isso os julgamentos serão constantes.

Tais eclipses também mexem com cada signo individualmente de uma maneira específica, quer saber o seu glamurette? Acesse e leia no Mapeando de setembro por Maína Mello.