04.12.2018  /  16:22

No embalo de outras maisons, Chanel anuncia que não usará mais peles de animais em suas coleções…

Desfile primavera-verão 2019 da Chanel na última temporada de moda de Paris // Victor Boyko (Getty Images)

Os ativistas pelos direitos dos animais estão comemorando mais uma vitória… Assim como tem acontecido com outras marcas, a Chanel acaba de anunciar que não usará mais peles de animais em suas roupas e acessórios. Em entrevista ao WWD, Bruno Pavlovsky, presidente de moda da maison francesa, disse que as peles de crocodilo, lagartos, cobras e raias serão substituídas por outros materiais de menor impacto ambiental. Inclui-se aí as peles de mamíferos, claro, que já não eram muito utilizadas pela label. Pavlovsky garantiu que a decisão não resultará em queda de qualidade, pois confia na habilidade da sua equipe de produção. “O futuro dos produtos virá do know-how que nosso ateliê é capaz de executar”. Lembrando que outras maisons aboliram recentemente o uso de peles, como Versace, Giorgio Armani, Calvin Klein e Gucci. Glamurama apoia!