14.12.2018  /  10:49

No dia dos 50 anos do AI-5, morre Eunice Paiva, referência na luta contra a ditadura

Eunice Paiva, símbolo de luta contra a ditadura, morre em SP aos 86 anos || Créditos: Reprodução

Morreu nessa quinta-feira, aos 86 anos, em São Paulo, Eunice Paiva. Viúva do deputado Rubens Paiva, morto na ditadura, ela buscou o reconhecimento dos desaparecidos políticos e se tornou símbolo da luta contra a ditadura do regime militar. Eunice sofria do Mal de Alzheimer e, por coincidência ou não, morreu no dia em que a promulgação do AI-5 completou 50 anos. Seu corpo está sendo velado na Funeral Home, e nessa sexta-feira será levado para o cemitério do Araçá, também na região central da cidade, onde acontece o funeral.

Foto de arquivo de Eunice Paiva, viúva de Rubens Paiva, ex-deputado desaparecido na ditadura militar || Créditos: Reprodução/Instituto Vladimir Herzog

Eunice Paiva empenhou-se em buscar informações sobre o paradeiro do marido, ex-deputado cassado em 1964 e desaparecido após ser preso, torturado e assassinado pela ditadura militar, no Rio de Janeiro, no início de 1971. Seu legado foi escrito por um dos filhos do casal, Marcelo Rubens Paiva, no livro “Ainda Estou Aqui”, lançado em 2015. Além de Marcelo, ela deixa ainda as filhas Vera, Maria Eliana, Nalu e Babiu.

Eunice Paiva em sua lua de mel em Bariloche, em 1952 || Créditos: Reprodução

Após a morte do marido, Eunice se formou em Direito na Universidade Mackenzie para se engajar nas causas sociais e políticas. Em entrevista ao Jornal Nacional, na Rede Globo, na noite dessa quinta-feira, Marcelo Rubens Paiva ressaltou a falta que a mãe vai fazer ao país: “Ela sempre tinha uma opinião que me surpreendia e que era muito mais sábia da que eu tinha”, disse Marcelo. “Tinha sabedoria, lucidez e forma de perdoar únicas. No dia que Fernando Henrique Cardoso assinou a lei de reconhecimento dos desaparecidos, ela foi lá e abraçou um general. Um abraço que o Brasil todo se surpreendeu ao ver alguém que estava tentando agregar aquele que no passado foi inimigo dela.”

Marcelo Rubens Paiva diz em entrevista ao Jornal Nacional que mãe Eunice Paiva vai fazer muita falta ao Brasil || Créditos: TV Globo/Reprodução