01.05.2019  /  8:52

No Dia do Trabalho, 3 dicas do bilionário Warren Buffet para se dar bem na carreira. Vem saber!

Warren Buffett || Créditos: Reprodução

Warren Buffett não se tornou o quarto homem mais rico do mundo por acaso, e a prova disso é que mesmo apesar dos mais de US$ 89,1 bilhões (R$ 350,7 bilhões) que tem na conta o maior investidor de Wall Street continua mantendo uma rotina de trabalho exemplar. Aos 88 anos, o bilionário americano acorda todos os dias religiosamente às 7h, toma café da manhã no caminho para o mesmo escritório onde bate ponto há mais de cinco décadas – em Omaha, no estado americano do Nebraska – e só encerra o expediente depois das 18h.

Levando em conta tudo isso e os inegáveis resultados positivos que tamanho empenhou gerou e continua gerando para Buffet, dá pra dizer que ele entende muito bem de sucesso e de como “chegar lá”. Sendo assim, que tal ficar a par de algumas dicas para se dar bem na carreira compartilhadas recentemente pelo maior acionista individual da The Coca-Cola Company durante um painel de discussão com Andy Serwer, editor-chefe do “Yahoo!”, pra celebrar este Dia do Trabalho? Continua lendo… (Por Anderson Antunes)

Ler muito pode ser lucrativo || Créditos: Reprodução

“O melhor investimento que você pode fazer é em você mesmo”

Buffett já disse inúmeras vezes que seus acertos na bolsa têm muito a ver com sua dedicação para os estudos, já que ele jamais coloca dinheiro em coisas que não entende. Um dos hobbies do bilionário, aliás, é ler, o que faz durante pelo menos quatro horas por dia. De balanços de empresas aos romances do momento, ele acredita que adquirir a maior quantidade possível de informação possível é fundamental para vencer na vida.

Faça o que eu digo, não faça o que eu faço || Créditos: Reprodução

“Cuide do corpo e da mente e ambos serão pra sempre jovens”

Uma das metáforas favoritas de Buffett trata disso: “Se você tem um carro, e sabe que esse carro vai ser o único veículo que você terá em toda a vida, você vai cuidar muito bem desse carro”, o bilionário costuma dizer. O mesmo vale para nós mesmos, segundo o bilionário que, justiça seja feita, é conhecido também pela dieta a base de junk food que segue. “Nesse caso, façam o que eu digo e não o que faço”, ele brincou.

No fim das contas, “all we need is love” || Créditos: Reprodução

“Sucesso não é proporcional ao saldo que se tem na conta”

Pode até parecer uma contradição, vindo de alguém cujo nome se tornou praticamente um sinônimo de riqueza. Mas Buffett acredita que ser bem-sucedido é outra coisa. “Quem chega nos 65 ou 70 anos ou mais sendo amado por quem ama, daí você pode ser considerado um sucesso como pessoa”, ele disse no bate papo com Serwer, em seguida lembrando que os mais de US$ 35 bilhões (R$ 137,8 bilhões) que doou até hoje para a caridade lhe deixaram muito feliz.