11.10.2017  /  10:15

No aniversário de Tom Zé, relembramos o papinho bom do músico no “Que Loucura É Essa?”

Tom Zé completa 81 nesta quarta-feira || Créditos: Getty Images

Nosso aniversariante do dia, Tom Zé comemora 81 anos nesta quarta-feira. Considerada uma das figuras mais originais e relevantes da música popular brasileira, o músico participou ativamente do Tropicalismo nos anos 1960. Duas de suas criações mais conhecidas são frutos dessa época: “2001”, parceria com Rita Lee; e “São São Paulo, Meu Amor”, vencedora do 4º Festival de MPB da TV Record, em 1968.

Dono de uma forte veia crítico-irônica, até hoje é uma das vozes alternativas mais influentes no cenário musical do país. No ano passado, Tom Zé comemorou seus 80 anos lançando o álbum “Canções Eróticas de Ninar”, com letras “safadas”. Para os 81, ele repete a dose, agora com um disco infantil: “Sem Você Não A” tem dez faixas que formam juntas uma história sobre o alfabeto. As músicas foram apresentadas pela primeira vez nesse domingo, em show no Sesc Pinheiros, em São Paulo.

E é hoje, domingo, o lançamento de Sem Você Não A! SESC Pinheiros às 17h. Vamos lá, criançada!

Uma publicação compartilhada por Tom Zé (@tomzeoficial) em

Relembrar é viver! 

Em julho deste ano, Tom Zé bateu papos dos bons com Joyce Pascowitch no “Que Loucura É Essa?”. A conversa foi tão boa que teve que ser dividida em duas partes. Confira a primeira e a segunda, em que ele fala de temas como a época de ostracismo, a retomada com o aval de David Byrne, do Talking Heads, o reconhecimento internacional de sua obra, a psicanálise, a genialidade de Tati Quebra-Barraco e o sexo como assunto constante em suas últimas composições. Play já!