27.03.2018  /  13:17

No aniversário de Tarantino, tudo sobre seu próximo – e misterioso – projeto na telona

Quentin Tarantino || Créditos: Getty Images

Quentin Tarantino completa 55 anos nesta terça-feira sem muitos motivos para comemorar. Apesar de ser considerado um dos melhores diretores de Hollywood, responsável por clássicos como “Cães de Aluguel” e “Pulp Fiction”, ele teve seu nome envolvido no escândalo Harvey Weinstein no fim ano passado, quando admitiu na época que sabia das acusações de crimes sexuais feitas contra o produtor, lembrando que ele e Weinstein eram bffs.

Para piorar as coisas, em fevereiro Uma Thurman disse que Tarantino deu de ombros para uma história que compartilhou com o cineasta sobre uma investida sexual indesejada que sofreu do ex-bambambã do cinema anos atrás, em Londres. Sem falar que ela contou ainda que sofreu um acidente de carro nos sets de “Kill Bill” porque Tarantino exigiu que gravasse cenas perigosas sem a ajuda de dublês.

Talvez para virar a página ele está apostando todas as suas fichas em seu próximo trabalho na telona, intitulado “Once Upon A Time In Hollywood” (“Era Uma Vez Em Hollywood”). O filme tem previsão de chegar aos cinemas no ano que vem e é envolvido em mistérios.

Glamurama aproveita a data para revelar o que se sabe até agora sobre a polêmica produção.

Charles Manson sendo julgado: os crimes dele estarão na trama || Créditos: Getty Images

É tudo verdade

O filme vai abordar os assassinatos cometidos por Charles Manson e seus seguidores no fim dos anos 1960, e é o primeiro projeto de Tarantino baseado em fatos reais. O diretor escreveu o roteiro da produção há décadas e a estreia está marcada para 19 de agosto de 2019, data em que os crimes completam 50 anos.

Leonardo DiCaprio e Jennifer Lawrence || Créditos: Getty Images

Estrelas

O elenco será o mais estrelado de toda a carreira de Tarantino, com astros como Leonardo DiCaprio, Tom Cruise, Al Pacino, Brad Pitt, Samuel L. Jackson, e estrelas como Jennifer Lawrence e Margot Robbie. A trilha sonora será do italiano Ennio Morricone, parceiro de longa data do cineasta.

Até Tom Cruise aceitou baixar seu cachê || Créditos: Getty Images

Preço de ocasião

O curioso é que todos eles aceitaram receber bem menos do que os cachês que geralmente cobram para atuar. Até mesmo Cruise, que raramente se envolve em produções de pouco apelo comercial, e não sai de casa por menos de US$ 25 milhões (R$ 83,2 milhões).

Tarantino com o (ex?) bff Harvey Weinstein || Créditos: Getty Images

Foi mal, pessoal…

Há rumores de que Tarantino esteja considerando incluir uma ode ao movimento #MeToo na produção, sabe-se lá como. Isso seria uma espécie de “mea culpa” em relação ao seu envolvimento no escândalo que chacoalhou Hollywood. Todo mundo aposta, aliás, que a estreia de “Once Upon…” será marcada por protestos.

Fim da parceria entre os dois || Créditos: Getty Images

Tchau, Harvey

“Once Upon…” deverá ser o penúltimo projeto do cineasta para a telona. Tempos atrás ele prometeu que dirigiria só mais dez filmes e de lá pra cá já estreou oito. Também será o primeiro filme dele sem o apoio da The Weinstein Company, a produtora de Weinstein. Quem assumiu a produção foi a Sony. (Por Anderson Antunes)