08.10.2020  /  9:55

Nos 50 anos de Matt Damon, 3 filmes que fizeram dele um dos maiores astros de Hollywood

Matt Damon || Créditos: Reprodução

Matt Damon completa 50 primaveras nessa quinta-feira mais em alta do que nunca e envolvido em vários grandes projetos no momento, inclusive uma nova adaptação para a telona do clássico “O Último Duelo”, de Eric Jager, dirigida por Ridley Scott e na qual o marido de Luciana Barroso dividirá os créditos mais uma vez com seu bff e parceiro de empreitadas cinematográficas Ben Affleck.

Mas o astro americano não é estranho a esse tipo de trabalho, já que é considerado um dos melhores atores de sua geração e tem vários outros feitos do tipo no currículo. Que tal aproveitar parte do fim de semana que está para chegar conferindo 3 das melhores atuações na telona do intérprete de Jason Bourne, já que é aniversário dele? Continua lendo pra saber os filmes que a gente selecionou…

Damon em “Gênio Indomável” || Créditos: Reprodução

“Gênio Indomável”, 1997

Definitivamente, esse é o filme que colocou Damon no mapa, e no qual ele interpreta um jovem rebelde que, por acaso, também é um gênio da matemática. Além de atuar na fita, o ator também assinou a trama (junto com Affleck). Os dois venceram o Oscar de Melhor Roteiro Original no Oscar de 1998 e ficaram ricos: produzido com um orçamento modesto de US$ 10 milhões (R$ 56,3 milhões), o longa faturou mais de US$ 225 milhões (R$ 1,27 bilhão) nas bilheterias internacionais.

Gwyneth, Jude e Damon no filme de 1999 || Créditos: Reprodução

“O Talentoso Ripley”, 1999

Se restavam dúvidas de que Damon era muito mais do que um rostinho bonito em Hollywood, todas foram por água abaixo com a atuação dele no filme do diretor Anthony Minghella, no qual vive um outro rapaz cheio de talentos – no caso, o dom de imitar com perfeição e riqueza de talhes qualquer outra pessoa. O filme conta ainda com Jude Law e Gwyneth Paltrow, ambos no auge da carreira, e também foi um sucesso comercial que arrecadou mais de US$ 128 milhões (R$ 720,8 milhões).

O ator, 13 quilos mais gordo, no longa de Steven Soderbergh || Créditos: Reprodução

“O Desinformante”, 2009

Dirigido por Steven Soderbergh, com quem Damon trabalhou na franquia “Onze Homens e Um Segredo”, a cinebiografia conta a história real de Mark Whitacre, que se envolve em um caso de espionagem industrial por conta de suspeitas de que a empresa de agronegócio onde trabalha está envolvida em um caso de manipulação de preços. O filme tem doses de ação e de comédia, e rendeu até uma indicação ao Globo de Ouro para o ator, que engordou 13 quilos para o papel de Whitacre, mas passou quase despercebido do grande público. (Por Anderson Antunes)