02.07.2020  /  9:49

No aniversário de Margot Robbie, 5 curiosidades sobre a estrela australiana que conquistou Hollywood

Margot Robbie || Créditos: Reprodução

Uma das atrizes mais cobiçadas por diretores de Hollywood no momento, Margot Roobie chegou lá mesmo não sendo americana. Natural de Dalby, uma cidade com menos de 13 mil habitantes que fica na região de Queensland da Austrália, a nova musa de Quentin Tarantino (que a escolheu antes de todo mundo para participar de “Era Uma Vez em Hollywood”) completa 30 primaveras nessa quinta-feira com vários grandes feitos em seu currículo cinematográfico, como ter imortalizado a personagem Arlequina na franquia da DC Comics “Esquadrão Suicida”.

Mas há muito mais sobre Robbie que merece ser lembrado, e Glamurama aproveita a ocasião de seu aniversário para listar 5 curiosidades sobre a estrela em ascensão. Continua lendo… (Por Anderson Antunes)

Robbie (no centro) em cena da novela australiana “Neighbours” || Créditos: Reprodução

O “big break” dela foi numa novela

Assim como os brasileiros, os australianos são apaixonados por telenovelas. E Robbie, muito antes de roubar a cena em “O Lobo de Wall Street”, fez sua grande estreia em uma. Intérprete da adolescente avoada Donna Freedman em “Neighbours”, um novelão que ficou no ar entre 2008 e 2011 na Austrália, ela logo se tornou uma das favoritas do público. Aliás, sabia que Kylie Minogue, Liam Hemsworth, Russell Crowe e Guy Pearce, todos igualmente australianos como Robbie, também começaram a se destacar em suas respectivas carreiras graças aos papéis que tiveram em novelas australianas?

Riccie e Robbie em cena de “Pam Am” || Créditos: Reprodução

Ela já foi colega de quarto de Christina Ricci

A dupla estrelou a série “Pam Am”, sobre a lendária companhia aérea Pan American World Airways. A atração estreou na rede americana de televisão “ABC” em 2011, mas foi cancelada no ano seguinte por causa da baixa audiência e mesmo apesar de ter sido muito bem recebida pela crítica especializada. Enquanto ainda estava sendo gravada em Nova York, resultou em Robbie e Ricci dividindo um apê na cidade, e até hoje elas são bffs. E por falar em “Pam Am”, seus produtores tentam há anos trazê-la de volta ao ar em parcerias com a Netflix ou a Amazon, mas por enquanto ainda não chegaram a um acordo com nenhuma das duas plataformas de streaming.

A atriz com DiCaprio no longa de 2013 || Créditos: Reprodução

Apesar da fama, ela continua sendo tímida

Robbie tem seu jeito serelepe de ser, mas no fundo ainda é uma garota tímida. Suas cenas mais calientes em “O Lobo de Wall Street”, aliás, a deixaram extremamente ansiosa. Em entrevistas que deu quando estava promovendo o filme dirigido por Martin Scorsese, que chegou aos cinemas em 2013, Robbie revelou que precisou beber três doses da melhor tequila antes de gravar em clima bem mais romântico com Leonardo DiCaprio, protagonista do longa. Mas no fim deu tudo certo.

Sheeran e o “royal”: e não é que eles são parecidos? || Créditos: Reprodução

Ela já pagou um “mico real”

Certa vez, ao marcar presença em uma festa para poucos na casa da também atriz Suki Waterhouse, Robbie esbarrou em um certo ruivo que encontrou no petit comité e achou que era Ed Sheeran, outro bff da anfitriã. Papo vai, papo vem e, depois de fazer algumas perguntas a ele sobre seus novos trabalhos na música, ela descobriu que na verdade estava conversando com ninguém menos que o príncipe Harry, que lidou com a confusão numa boa. Que fique claro que isso aconteceu muitos anos antes de o ex-Sua Alteza Real conhecer Meghan Markle.

Robbie como a ex-patinadora artística Tonya Harding || Créditos: Reprodução

Um dos hobbies dela a ajudou a conseguir um job

Apaixonada por patinação artística no gelo, Robbie se dedicava ao esporte desde criança. Graças a isso, entre outras coisas, ela foi escalada para interpretar a ex-patinadora artística Tonya Harding em “Eu, Tonya”, filme do qual também foi produtora. Lançada em 2017, a comédia dramática custou US$ 11 milhões (R$ 58,3 milhões) e arrecadou quase cinco vezes esse valor nas bilheterias internacionais. E de quebra recebeu três indicações ao Oscar, inclusive de Melhor Atriz para sua protagonista que, claro, precisou de treinamento extra para encarnar Harding na telona mesmo já sacando bastante do gênero esportivo que consagrou a ex-atleta olímpica.