95985102
95985102

No aniversário de Lindsay Lohan, os planos da atriz para voltar a brilhar em Hollywood

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
95985102
Lindsay Lohan no gala da amfAR em Cannes, em maio deste ano || Créditos: Stephane Cardinale/Getty Images

Lindsay Lohan chega aos 31 anos – idade que ela completa neste domingo – determinada a conquistar de volta seu lugar ao sol em Hollywood, onde brilhou como uma das “teen stars” mais requisitadas no início dos anos 2000. Para isso, a estrela de “Meninas Malvadas” abriu mão das noitadas regadas a álcool e “otrás cositas más” (a exceção será a festinha que ela vai dar em Mykonos neste fim de semana para comemorar a nova primavera, mas sem exageros), arranjou uma causa nobre para chamar de sua e resolveu aceitar os conselhos de duas certas atrizes bem mais experientes do que ela que há tempos tentam ajudá-la.

Esses e outros detalhes do passo a passo de LiLo para voltar a ser reconhecida como uma estrela de maior grandeza da telona, ao invés de apenas mais uma party girl, a gente conta a seguir. Confira:

Lindsay e o elenco original de “Meninas Malvadas”, e Emma Stone || Créditos: Getty Images/Divulgação

“Meninas Malvadas 2” pode, enfim, sair do papel

Entre 1998 e 2005, Lindsay estrelou filmes de sucesso como “Operação Cupido” e “Sexta-Feira Muito Louca”, mas o maior hit dela nos cinemas nessa época foi “Meninas Malvadas”, que faturou quase US$ 130 milhões nas bilheterias e é considerado até hoje como um clássico por muitos de seus fãs. É exatamente por isso que ela está fazendo o possível para que Tina Fet, autora do roteiro original da produção, escreva uma continuação. Além da comediante, Lindsay também sonha com a oscarizada Emma Stone em uma eventual “Meninas Malvadas 2”, e inclusive já procurou a atriz para falar sobre essa possibilidade.

Lindsay em uma de suas passagens pela Turquia || Créditos: Getty Images

LiLo em versão boa moça

Desde o começo da carreira Lindsay sempre se envolveu em atividades filantrópicas, mas ela preferia fazer isso sem chamar muita atenção. Como hoje qualquer celebridade que se preze precisa apoiar publicamente uma causa, a atriz aderiu à moda e decidiu usar sua fama para ajudar os refugiados sírios. Só no último ano ela esteve na fronteira da Turquia com a Síria em mais de uma ocasião, e inclusive passou alguns dias com crianças imigrantes em Nizip em
dezembro, às vésperas do Natal e sempre com fotógrafos previamente avisados sobre as visitas dela por perto, para que registrem a boa ação.

Jamie Lee Curtis, Lindsay e Meryl Streep || Créditos: Getty Images

Elas é que sabem das coisas

Com amigas das antigas como Paris Hilton e Britney Spears, que viveram seus próprios altos e baixos sob os holofotes, Lindsay costumava recorrer a elas quando precisava de conselhos e mais ninguém. De uns tempos pra cá, no entanto, ela está mais receptiva a ouvir orientações de outras mulheres com mais experiência em Hollywood, como Meryl Streep. Da atriz mais indicada ao Oscar na história ela ouviu que precisava voltar a morar com a mãe, Lina Lohan, até se tornar 100% responsável. Já o conselho de Jamie Lee Curtis, com quem Lindsay contracenou em “Sexta-Feira Muito Louca”, foi mais direto: “Livre-se daquelas pessoas tipo encosto e tenha ao seu redor somente quem tem algo a contribuir”, a veterana disse e LiLo parece estar seguindo à risca. (Por Anderson Antunes)