30.10.2017  /  11:52

Neymar, Messi e… George? Herdeiro do trono britânico também está na mira do EI

O príncipe George || Créditos: Getty Images

Não é somente Neymar e Lionel Messi que podem estar na mira do Estado Islâmico, conforme as notícias que foram divulgadas no fim de semana dando conta de que o grupo terrorista usou fotos dos dois ídolos do futebol para propagar ameaças de ataques durante a Copa do Mundo de 2018 na Rússia.

Terceiro na linha de sucessão ao trono britânico e com apenas quatro anos, o príncipe George também foi alvo de mensagens encriptadas nos últimos dias, sempre enviadas pelo aplicativo de mensagens Telegram e endereçadas a funcionários do Palácio de Kensington, a residência oficial de Kate Middleton e do príncipe William.

Uma das mensagens continha até uma foto do bisneto da rainha Elizabeth II indo para a escola, a tradicional Thomas Battersea, de Londres, junto com a frase “as aulas hoje começam mais cedo”. A divisão especial da polícia londrina que cuida da segurança da família real já está tratando do assunto com especial atenção. (Por Anderson Antunes)