27.11.2018  /  13:40

Natura antecipa o clima de verão com nova linha e reforça: “todo corpo está pronto para o verão”

A linha incentiva que as mulheres vivam mais seus corpos ao invés de racionalizarem tanto sobre eles || Créditos: Divulgação

No verão o corpo fica ainda mais à mostra, nossa pele perde líquido e passa por situações que a agridem, como a exposição excessiva ao sol, vento, água do mar e piscina. Por isso, a mulher brasileira busca produtos que hidratem, nutrem, refresquem e prolonguem a sensação do banho para manter a pele bronzeada e iluminada durante toda a estação. Pensando nisso, a Natura Tododia apresenta a linha Lima e Flor de Laranjeira que traz sete novos produtos para garantir pele nutrida, hidratada e perfumada. As fórmulas indicadas para todos os tipos de pele realçam a beleza natural convidando as mulheres a sentirem o verão à flor da pele.

“Somos a marca que mais conhece sobre a hidratação da pele da brasileira e sua necessidade no verão. A combinação de nossas fórmulas, com alta concentração de óleos 100% vegetais, permite melhor absorção dos nutrientes necessários para reequilibrá-la ao longo do dia”, explica Claudia Pinheiro, diretora de Cuidados Pessoais da Natura.

Como chegamos até aqui

Há um ano e meio, Tododia tem falado sobre a relação das mulheres com seus corpos. “Vista sua pele, viva seu corpo”, incentiva que essa relação, tão difícil na maioria dos casos, seja mais leve e pede que as mulheres vivam mais seus corpos ao invés de racionalizarem tanto sobre eles. A campanha teve como principal inspiração trechos da carta “Querida Garota do Maiô Verde”, da espanhola Jessica Gomez, que viralizou no verão de 2016, e que aborda a temática do corpo feminino na praia. O maiô verde, usado em toda a comunicação, virou símbolo de libertação para que as mulheres vivam seus corpos. O alerta é um só: não existe um corpo ideal e todos eles estão prontos para o verão.

Para saber mais:

Assista ao curta “Ser o que se é”, inspirado nos trechos dessa mesma carta, produzido pela Maria Farinha Filmes.

E também à discussão “Hora da Leitura”, proposta por Jout Jout em seu canal do YouTube.