08.02.2021  /  17:18

Não se fala de outra coisa: a nova rede social Clubhouse que conquistou famosos como Oprah Winfrey e Anitta!

Jared Leto, Drake e Oprah Winfrey estão no Clubhouse / Crédito: Reprodução

Se você ama ficar conectado nas redes sociais – Instagram, Twitter ou Facebook -, com certeza ouviu falar de um tal de Clubhouse. Pois o novo app, que por enquanto aceita apenas convidados, foi o assunto do último fim de semana. A rede social que funciona como um podcast interativo, em que cada pessoa pode abrir uma sala e conversar com outros “speakers”, e espectadores também podem, eventualmente, entrar na conversa, simplesmente explodiu entre os formadores de opinião e influencers.

Focado basicamente no audio, no Clubhouse é possível criar – e participar – de conversas ou debates temáticos, inclusive com celebs como Oprah Winfrey, Anitta, Drake ou Ashton Kutcher. várias ‘salas temáticas’ e debates. Recentemente, uma entrevista com Elon Musk dentro do Clubhouse deu o que falar. Nela, o empresário falou sobre algumas curiosidades e ideologias, entre elas, apoiando o implante cerebral sem fio que ainda está em desenvolvimento e a existência de alienígenas. Em certo momento, ele foi questionado sobre suas habilidades como pai. “Com a educação, acho importante tornar as coisas interessantes e ensinar a ele a relevância do aprendizado”, disse Musk. É importante frisar que o papo rolou com pelo menos 30 mil seguidores e se tornou o assunto mais comentado no Twitter.

Aqui no Brasil, o Clubhouse já foi utilizado por Boninho para comentar a 21ª edição do Big Brother Brasil; e por influenciadores e artistas que aproveitam para divulgar seus perfis.

Fato é que o aplicativo já é mais procurado que o TikTok, que se tornou febre no início da quarentena. De acordo com a agência Conversion, especialista em Search Engine Optimization (SEO), em seis meses o crescimento de buscas pelo novo sistema cresceu 100 vezes.

Interessou? Para participar do Clubhouse o primeiro passo é receber o convite de alguém que já seja membro da rede. Após acessar o link, você pode definir quais seus assuntos de interesse. Enquanto isso, na timeline é possível  visualizar grupos com diferentes temas onde estão acontecendo conversas em tempo real por áudio. Não é possível gravar e nem salvar. Como no Zoom, para falar, o usuário deve ‘levantar a mão’ para que os moderadores deem a autorização. Caso contrário, assim como em um podcast, estará no modo ouvinte.

O usuário pode criar sua própria sala de debate, reunir amigos ou se conectar com pessoas de diversas partes do mundo. A ideia do aplicativo é imitar as interações da vida real, que andam proibidas por causa da pandemia.

Como surgiu?

O Clubhouse foi desenvolvido pelo empresário do Vale do Silício Paul Davison e pelo ex-funcionário do Google Rohan Seth em abril de 2020. Apesar de quase um ano desde a sua criação, a versão autorizada para teste só foi lançada em setembro. O aplicativo, por enquanto, está disponível apenas para usuários de iPhone.