25.02.2020  /  11:01

Não é só folia: Carnaval 2020 sobe o tom de protesto dos desfiles às fantasias das celebridades

Ludmilla, Claudia Leitte e Anitta arrasaram nas fantasias com significado / Crédito: Instagram

Carnaval é época de festa, protesto e de chamar a atenção do público para questões relevantes da sociedade em todo o mundo, seja atual ou algo importante que ficou na história. Por isso, não é difícil encontrar foliões, e principalmente famosos, com fantasias cheias de significado. Só neste Carnaval, Ludmilla, Anitta, Daniela Mercury, Claudia Leitte e outras mulheres poderosas deram voz às minorias com looks empoderados e discursos cheios de crítica social. Além delas, as escolas de samba também deram um show de protesto na Avenida. Glamurama separou algumas delas. Confira!

Ludmilla

A cantora revelou no Instagram que a inspiração para essa folia são as mulheres no esporte. “O meu carnaval tá sendo todo inspirado em mulheres que arrasam no Sport, ontem fui uma árbitra de futebol, hoje quem serei??”, escreveu. Depois da árbitra, Lud postou uma foto vestida de tenista.

Anitta

Quem acompanha Anitta, já percebeu que ela está selvagem. A cantora resolveu usar fantasias inspiradas em animais, em especial os que estão em extinção, como cavalo marinho, abelha e panda. “Nós humanos nos achamos superiores e bem mais importantes que todos os outros animais. Mas a realidade é que somos todos conectados”, escreveu Anitta no Instagram. A ideia da cantora é atentar o público à importância de todos animais para o bem-estar do meio ambiente. “Infelizmente, o Brasil liberou ainda mais o uso de agrotóxicos, que colocam as abelhas em risco de morte e extinção. Elas estão seriamente ameaçadas, e consequentemente nós também estamos”, concluiu.

View this post on Instagram

Pronta para o sair com nosso trio em Salvador. Hoje vamos falar das abelhas? 🐝 Nós humanos nos achamos superiores e bem mais importantes que todos os outros animais. Mas a realidade é que somos todos conectados. As abelhas, que são insetos polinizadores, segundo a FAO, são responsáveis por 75% de toda a produção de alimentos do mundo. Alimentos para a nossa sobrevivência e de todo o ecossistema. Além disto, elas são fundamentais para a sobrevivência das florestas tropicais: Sem a polinização desses insetos, teríamos uma alteração de todo o ecossistema e clima do planeta o que acarretaria danos irreversíveis, ameaçando a sobrevivência na Terra. Nós, infelizmente, desconhecemos isso e matamos as abelhas de diversas formas. Desmatamos, tirando delas locais de moradia e de alimento, produzindo e consumindo mel, enquanto muitas morrem durante o processo de produção desse alimento, e usando venenos em excesso na indústria agrícola. Infelizmente, o Brasil liberou ainda mais o uso de agrotóxicos, que colocam as abelhas em risco de morte e extinção. Elas estão seriamente ameaçadas, e consequentemente nós tb estamos.

A post shared by Anitta 🎤 (@anitta) on

Claudia Leitte

O tema do Carnaval de Claudia Leitte é “We Can Do It”, frase ligada ao feminismo, e não poderíamos esperar menos. Para as fantasias, a cantora está se inspirando em grandes mulheres que fazem parte da história, como Maria Quitéria, que nasceu e cresceu na Bahia. Ela é conhecida por fugir de casa em 1821, se vestir como homem e se alistar na vila de Cachoeira, se tornando uma heroína da Guerra da Independência. Antes de Maria Quitéria, Claudia se inspirou também em Joana D’arc, Amanda Nunes, e também Madonna.

View this post on Instagram

Pode assistir aos stories porque dá pra sentir um pouco da emoção que vivi hoje. Obrigada, #PipocaDaClaudinha, pelo dia em que me inspirei em Maria Quitéria pra – mais uma vez – viver meu sonho de ser uma cantora de trio. Essa grande guerreira nasceu e cresceu na #BAHIA. Em 1821, agitações em Portugal iniciam o movimento de independência do Brasil no nosso estado, parte da Guerra da Independência, e Maria Quitéria foge de sua casa, veste-se como homem, alista-se como a primeira mulher para se tornar reconhecida por assentar praça numa unidade militar das Forças Armadas Brasileiras. Ela entrou em combate porque teve atitude. #WeCanDoIt Amanhã tem mais no #BlocoLargadinho e eu vou me jogar na cama agora. Espero conseguir desligar as luzes dentro da minha cabeça porque fiz 3 shows em 24 horas, sem dormir, e vou EXTRAVASAR no último dia, com a melhor puxada de trio desses últimos anos! Aguardem-me! A gente vai ser feliz demais! #CarnavalClaudiaLeitte 🔥🙌🏻😍

A post shared by Claudia Leitte (@claudialeitte) on

Daniela Mercury

A artista trouxe diversas inspirações para o seu Carnaval esse ano. Além de falar sobre feminismo, Daniela mostrou todo o seu apoio à comunidade LGBTQI+ com músicas como ‘Rainha da Balbúrdia’ e também com intervenções artísticas em cima do trio, que virou um arco-íris. Nós amamos!

As Escolas de Samba

Se você assistiu ao desfiles das Escolas de Samba, com certeza notou que a maioria trouxe algum tipo de protesto na Avenida. No Rio, 11 de 13 escolas do grupo especial mostraram a sua insatisfação com a realidade. A tradicional Mangueira, mostrou como seria a história de Jesus Cristo em 2020. Já a Portela optou por homenagear os povos indígenas que viviam no Rio de Janeiro antes da chegada dos colonizadores.

View this post on Instagram

Um show de cores passando no seu feed! 🤩

A post shared by Portela (@oficialportela) on