20.07.2019  /  9:00

Muito além da Lua: conheça 5 bilionários que sonham com a conquista do espaço e investem pesado na ideia

Neil Armstrong momentos depois de cravar a bandeira dos EUA na Lua || Créditos: Reprodução

Faz 50 anos nesse sábado que o homem pisou na Lua, e desde então nunca repetiu algo remotamente parecido em qualquer outro lugar do universo além da Terra e de seu único satélite natural. Mas isso pode mudar nos próximos anos, e graças ao empenho de alguns bilionários que sonham com a conquista do espaço, seja porque veem nisso uma nova oportunidade de lucros ou simplesmente por pura curiosidade.

Se esses membros do clube dos dez dígitos vão conquistar o objetivo, só mesmo o tempo dirá. O fato é que há cinco décadas não haviam ricaços como eles interessados nesse tipo de aventura, e tampouco com contas bancárias suficientemente grandes para gastar com coisas dessa magnitude que no passado só podiam ser bancadas por governos. Seria a nossa próxima parada Marte, que sob uma visão universal fica logo ali?

Glamurama aproveita a deixa do aniversário da chegada à Lua pra apresentar 5 desses homens para quem o céu não é o limte e que estão empenhados em dar passos em lugares bem mais distantes do que aquele caminhado por Neil Armstrong, Buzz Aldrin e companhia. Continua lendo… (Por Anderson Antunes)

Jeff Bezos, além da Amazon, também é dono da Blue Origin || Créditos: Reprodução

Jeff Bezos

Sim, o homem mais rico do mundo não foi suficiente para o fundador da Amazon. É dele a Blue Origin, uma empresa de viagens espaciais que planeja lançar voos já a partir de 2020. Financiamiento, é claro, não é problema para a companhia, que recebe US$ 1 bilhão (R$ 3,74 bilhões) por ano em aportes feitos por seu dono. Mas Bezos quer muito mais do que simplesmente oferecer tours fora da órbita terrestre, e outro plano dele é transferir as indústrias mais poluentes da Terra para Marte, a fim de salvar o planeta azul de um eventual colapso ambiental.

Richard Branson é entusiasta da ideia há tempos || Créditos: Reprodução

Richard Branson

O britânico é um antigo entusiasta da colonização espacial. Sua Virgin Galactic foi fundada em 2004, e atualmente é a empresa com mais chances de se tornar uma gigante do turismo espacial em um futuro nem tão distante assim. Mas ver a Terra da janelinha de uma nave será algo para poucos, já que a Virgin Galactic está cobrando a partir de US$ 250 mil (R$ 933,5 mil) pelo privilégio. Ainda assim, centenas de pessoas do mundo inteiro já desembolsaram a quantia.

Apesar de polêmico, Elon Musk conta com a NASA como sua aliada || Créditos: Reprodução

Elon Musk

Polêmico em tudo que faz, o cofundador da montadora de carros elétricos Tesla está por trás da SpaceX, outra companhia de aviação espacial que quer chegar ao espaço. O diferencial no caso dele está no fato de que a SpaceX conta com um forte aliado para tal: a NASA, com a qual assinou um contrato bilionário em 2006. Se tudo der certo, o primeiro voo não-tripulado da empresa vai partir em novembro desse ano. Já suas viagens de ida e volta para visitar Marte entrarão em operação em 2050, de acordo com estimativas mais realistas.

Mark Zuckerberg quer encurtar uma viagem de 30 mil anos para apenas 20 || Créditos: Reprodução

Mark Zuckerberg

Digamos que o cofundador do Facebook tem outras coisas com as quais se preocupar nesse momento… Mas ele continua sendo um entusiasta do Starshot Project, para o qual destina milhões de dólares sempre que lhe dá vontade. A iniciativa que tem o apoio de vários outros bilionários é comandada pelo investidor russo-israelense Yuri Milner, e consiste basicamente no envio de robos até Alpha Centauri, o sistema estelar mais próximo do Sistema Solar, a uma distância de 4,37 anos-luz do Sol. Para se ter uma ideia do que esse número significa, chegar lá levaria 30 mil anos quando se levam em conta as tecnologias disponíveis no momento. Zuck e seus colegas de empreitada acreditam que podem reduzir a duração da viagem para meros 20 aninhos.

A “ponta aérea” Terra-Lua está nos planos de Naveen Jain || Créditos: Reprodução

Naveen Jain

Você provavelmente nunca ouviu falar dele, mas o bilionário indiano naturalizado americano é um ícone para os chegados na ideia da exploração espacial. Isso porque Jain, que fez fortuna com a internet, é o fundador e CEO da Moon Express, que como o nome indica visa a se tornar uma líder na “ponte aérea” Terra-Lua. Antes disso, no entanto, a empresa planeja enviar robôs até a Lua para explorar seu terreno e suas riquezas, que são estimadas em trilhões de dólares. Detalhe: a Moon Express foi a primeira empresa privada dos EUA que recebeu o aval do governo americano para oferecer viagens além da órbita terrestre.