20.10.2020  /  11:55

Morto em junho, ex de Liz Hurley deixou menos de R$ 2 mi de sua fortuna de R$ 3,36 bi. Entenda!

Elizabeth Hurley e Steve Bing || Créditos: Reprodução

Morto em junho, aos 55 anos e depois de se jogar do 27º andar do famoso edifício residencial Century City, que fica em Los Angeles, o empresário e produtor de Hollywood Steve Bing deixou um patrimônio pessoal de meros US$ 300 mil (R$ 1,68 milhão). Neto de um grande desenvolvedor imobiliário da Califórnia, Bing herdou uma fortuna estimada em mais de US$ 600 milhões (R$ 3,36 bilhões) e chegou a fazer parte do The Giving Pledge, o clube de ricos comprometidos a doarem pelo menos a metade de suas fortunas ainda em vida para a caridade que foi fundado por Bill Gates e Warren Buffett, mas acabou gastando quase tudo.

Mais conhecido por sua relação conflituosa com Elizabeth Hurley, ele começou a namorar a estrela britânica em 2000, e dois anos depois os dois deram à luz Damian. A princípio, Bing negou ser o pai do rapaz, que hoje está com 18 anos, mas um teste de DNA mais tarde comprovou a paternidade. Na época, o bambambã hollywoodiano foi obrigado pela justiça do Reino Unido a pagar £ 100 mil (R$ 7251 mil) mensais para o herdeiro, a título de pensão alimentícia, mas a atriz teria se negado a receber o dinheiro.

Na ocasião de sua morte, vizinhos de Bing relataram aos policiais de LA que nos dias anteriores o viram bem deprimido, o que imaginaram ser consequência da quarentena. Responsável por vários hits da telona – inclusive a franquia “Braddock”, estrelada por Chuck Norris – Bing se especializou em filmes de ação e também trabalhou com Sylvester Stallone e outros grandes nomes do gênero. Depois de uma investigação, a polícia da cidade classificou a morte dele como suicídio, sendo que a motivação teria sido sua bancarrota financeira. (Por Anderson Antunes)