08.04.2019  /  13:19

Morreu, aos 94 anos, o mestre da alimentação macrobiótica Tomio Kikuchi

Tomio Kikuchi, pai da macrobiótica, morre aos 94 anos // Reprodução

Morreu, aos 94 anos, Tomio Kikuchi, considerado o pai da macrobiótica. Japonês naturalizado brasileiro, ele sofreu uma queda e não resistiu a uma série de complicações posteriores. Nas redes sociais, Kikuchi, que possui um restaurante no bairro Liberdade, recebeu várias homenagens, inclusive de famosos como a família Gil. “Ele sempre esteve presente na minha vida e foi uma das pessoas mais importantes para o meu crescimento pessoal e profissional. Kikuchi me ensinou sobre a profunda relação entre o cozinhar e o comer, o comer com o saber, o saber com a saúde e a saúde com o planeta. São tantos aprendizados desde a importância da mastigação e a acidificação do açúcar até as práticas da alavanca, sempre buscando o mínimo esforço para o máximo de resultado. Eu só tenho a agradecer por ter sido tão generoso comigo”, publicou Bela Gil em seu Instagram.

Gilberto Gil também mandou o seu recado. “Que descanse em paz o grande mestre Kikuchi, responsável por propagar o bem-estar através da alimentação e que tanto ensinou a mim e à minha família. Vou sentir saudade”, comentou.

Família Gil fizeram uma bela homenagem para Kikuchi no Instagram

Tomio Kikuchi também era mestre em Aikidô, autor de obras como “Autocontroleterapia – Transformação Homeostática pelo Tratamento Independente”, fundador-presidente do Instituto Princípio Único do Brasil, além de já ter sido chamado de sucessor de Charles Darwin. Grande perda!