10.05.2017  /  12:37

Morre um dos maiores colecionadores de arte brasileira, Sergio Fadel

Sergio Fadel, sentado. Na foto também aparece Marcio Fainziliber, marido de Mara || Créditos: Reprodução/ Facebook
Sergio Fadel, sentado. Na foto também aparece Marcio Fainziliber, marido de Mara, de camisa clara, além de Renata e Marcelo Fadel, nora e filho de Sergio || Créditos: Reprodução/ Facebook

Dono de uma imensa coleção de arte, com mais de 1.500 obras, morreu na manhã desta quarta-feira o advogado Sergio Fadel, de complicações cardíacas, no Rio. O acervo, montado a partir dos anos 60, ocupa apartamentos na zona sul carioca e uma fazenda próxima à cidade. A coleção – que tem de Beatriz Milhazes a Aleijadinho – foi vista pelo público na inauguração do Museu de Arte do Rio, em 2013.

“O maior colecionador de arte brasileira. A sua coleção vai desde o Brasil colônia passando pelo moderno até hoje. Era generoso, inteligente e amava verdadeiramente a arte. Estou muito emocionada com a partida dele”, disse a colecionadora Mara Fainziliber.

“Uma referência cultural para a arte brasileira, cujo acervo engloba de Frans Post até a arte  contemporânea. A sua coleção é uma referência para o estudo de história da arte e da cultura brasileira, a destacar o significativo núcleo da arte construtiva brasileira. Um grande amigo, uma imensa perda”, completou a curadora Vanda Klabin.