31.07.2018  /  6:44

Mo’Nique sai em defesa de Roseanne Barr e declara que a comediante não é racista

Roseanne Barr e Mo’Nique || Créditos: Getty Images

Vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante em 2010 por “Preciosa – Uma História de Esperança”, Mo’Nique saiu em defesa de Roseanne Barr em uma entrevista que deu para um canal de Los Angeles nesta segunda-feira. “Roseanne é minha ‘irmã de comédia’ e irmã da vida, e não acho correto descartá-la só por causa de um erro”, a atriz e comediante disse no bate papo com repórteres da estação “KTLA”. “Ela não é racista!”.

O erro ao qual Mo’Nique estava se referindo é o comentário pra lá de inadequado que Barr fez no Twitter no fim de maio, que lhe custou o emprego como protagonista da sitcom “Roseanne” e cujo alvo foi a ex-assessora de Barack Obama na Casa Branca Valerie Jarrett, que é negra. “Todos nós já dissemos e fizemos coisas das quais nos arrependemos, mas quando você é uma pessoa pública isso não tem volta”, ela completou.

Apresentadora de um talk show de fim de noite que foi ao ar entre 2009 e 2010 no canal americano “BET”, voltado ao público afrodescendente, Mo’Nique também contou que tinha dificuldades para entrevistar artistas negros na atração, considerada por alguns deles como “too black”, e foi ajudada pela bff. “Nessa época a Roseanne surgiu em minha vida pra me apoiar quando pessoas que se parecem comigo se recusaram a fazê-lo”, revelou.

Praticamente banida da grande mídia por causa do tuíte polêmico, Barr também foi defendida recentemente por Jerry Seinfeld – e inclusive pode aparecer em breve na web series dele na Netflix, a “Comedians in Cars Getting Coffee” – e até pelo rabino Shmuley Boteach, considerado um dos mais influentes dos EUA. “Ela é uma artista do improviso por nascença”, comentou o religioso há algumas semanas sobre a estrela caída. (Por Anderson Antunes)