Publicidade
Foto: Michael Rodrigues

A Blombô, uma plataforma online de leilões, surgiu em 2017 para preencher uma lacuna digital no mercado nacional, conectando colecionadores e amantes de artes e vinhos de todo o mundo a preciosidades brasileiras e estrangeiras.

Fundada por Lizandra Turella Ferraz Alvim, a Blombô rapidamente se tornou uma das principais plataformas de leilões online do Brasil, com cerca de 80 eventos realizados até o momento. Especializada em obras de arte, de artistas renomados a peças de antiquariato e design, a empresa também oferece uma seleção de vinhos.

Atraindo uma base diversificada de clientes, desde colecionadores até instituições culturais, a Blombô destaca-se por sua equipe de especialistas dedicados à curadoria e avaliação rigorosa de cada item, garantindo qualidade e autenticidade em seus leilões. Com um espaço físico para exposição das obras e uma forte presença online, a Blombô oferece uma oportunidade ímpar para aquisição de obras de arte e vinhos exclusivos, ampliando coleções e apreciando rótulos de excelência em todo o mundo.

GLMRM conversou com Lizandra sobre a conexão entre arte e vinho em sua trajetória empreendedora, aconselhar sobre compras seguras online e discutir o impacto da inteligência artificial nos leilões.

Como a arte e o vinho se relacionaram na sua vida a ponto de se tornar um negócio?

A interseção entre arte e vinho tem sido uma parte integral da minha jornada no mercado de arte ao longo de mais de 25 anos. Desde o início da minha carreira, percebi como essas duas formas de expressão cultural se complementam e se entrelaçam de maneiras fascinantes. A arte e o vinho compartilham uma capacidade única de despertar emoções, estimular os sentidos e promover conexões profundas entre as pessoas. Ao longo dos anos, testemunhei como obras de arte podem enriquecer a experiência de degustação de vinho e vice-versa. Ambos são veículos para narrativas, histórias e tradições culturais que atravessam séculos e fronteiras. Essa conexão intrínseca entre arte e vinho me inspirou a explorar oportunidades de negócios que unissem essas duas paixões. Desenvolvi uma plataforma online que não apenas oferece uma vasta seleção de obras de arte de artistas renomados, mas também promove leilões mensais de arte e vinho. O negócio que construí é mais do que uma transação comercial: é uma celebração da arte e da cultura, onde os clientes podem se envolver não apenas com as obras de arte, mas também com a rica tradição do vinho. Essa fusão de arte e vinho não apenas enriqueceu minha vida pessoal e profissional, mas também permitiu que eu compartilhasse minha paixão e conhecimento com uma comunidade global de entusiastas de arte e vinho.

Comprar e vender on-line é, hoje, prática das mais comuns. Qual sua dica para não cair em cilada e acabar adquirindo produtos falsos ou ruins, principalmente no segmento de artes e vinhos?

Uma das principais dicas, Pesquisa, Conhecimento e lugar de compra: Incentive os clientes a fazerem uma pesquisa detalhada sobre a obra de arte e o lugar que estão interessados em adquirir. Isso inclui aprender sobre o artista, sua história, estilo e técnicas de trabalho. Visitas a exposições, galerias e museus. Quanto mais informação o cliente tiver, melhor elucidado estará. Fotos de Alta Qualidade: Solicite aos vendedores fotos de alta qualidade das obras de arte, mostrando detalhes importantes, como assinaturas, marcações ou características distintivas. Isso ajuda os clientes a avaliar a qualidade da obra de arte. Verificação de Vinhos: No caso dos vinhos, oriente os clientes a verificar a procedência e a autenticidade do produto, especialmente se estiverem comprando vinhos raros ou de alto valor. Eles podem pesquisar a reputação do produtor, verificar a safra e, se possível, e o mais importante ter um especialista/curador de vinhos para auxiliar nessa pesquisa. Ao seguir essas dicas e promover a transparência e a autenticidade na plataforma, você pode ajudar seus clientes a fazerem compras seguras e satisfatórias, construindo assim confiança e lealdade à sua marca.

A Inteligência Artificial é um caminho sem volta. Você acha que, no caso de leilões, é uma ferramenta que agrega ou não? Por que?

Temos alguns pontos importantes sobre isso: Eficiência: A IA pode automatizar muitos processos repetitivos e demorados nos leilões, tornando todo o processo mais eficiente. Isso inclui desde a avaliação de itens até a organização e condução dos leilões em si. Os algoritmos de IA podem analisar grandes quantidades de dados de maneira rápida e precisa, o que pode ajudar na determinação de preços adequados para os itens em leilão, bem como na identificação de possíveis lances fraudulentos. A IA pode ajudar a personalizar a experiência do usuário nos leilões, fornecendo recomendações personalizadas com base nos interesses e histórico de compras dos participantes. Plataformas de leilão online alimentadas por IA têm o potencial de alcançar um público global, conectando compradores e vendedores de diferentes partes do mundo, o que pode aumentar a liquidez e a competitividade dos leilões. A IA pode aumentar a transparência nos leilões, fornecendo informações detalhadas sobre os itens em oferta, histórico de preços e dados relevantes aos participantes. No entanto, é importante reconhecer que a introdução da IA nos leilões também apresenta desafios e preocupações. Por exemplo, questões relacionadas à privacidade dos dados, possíveis vieses algorítmicos e o impacto na participação humana nos processos de tomada de decisão são áreas que precisam ser cuidadosamente consideradas e gerenciadas. Em resumo, quando implementada de forma responsável e ética, a inteligência artificial pode agregar valor significativo aos leilões, aumentando a eficiência, a precisão e a transparência do processo, ao mesmo tempo em que proporciona uma experiência mais personalizada e acessível aos participantes

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 15 de Abril

Dia 15 de Abril

Renovação com Estilo Charlie, Billie, Joey e Rita não são apenas ótimas companhias, são extremamente úteis também. Estas...
Milan Guide

Milan Guide

Estou prestes a embarcar para o Salone Del Mobile.Milano, um marco na indústria do design que celebra sua...

Instagram

Twitter