Publicidade
Karina Sato
Divulgação

De sorriso fácil e ainda com a simplicidade típica do interior paulista, onde nasceu, Karina Sato nunca se deixou levar pelo sucesso, que não é pouco. Segue convicta de seus valores e não abre mão do que considera o melhor jeito de fazer os negócios darem certo: uma gestão humanizada e colaborativa, e uma dose extra de feeling.

À frente da Sato Rahal Empreendimentos Artísticos, fundada por ela e seus irmãos, Karin Sato Rahal e Sabrina Sato, ela é hoje uma das agentes de artistas mais bem-sucedidas do país. A empresária comanda ainda a SR Digital, agência de influenciadores, e tem a Sato Participações, que atua em sociedade com empresas como a One More, foodtech de bebidas gaseificadas saudáveis presentes em mais de 2 mil pontos de venda; e a BioBots, responsável pela criação da Sakito, avatar de Sabrina no metaverso. “Estou sempre olhando o mercado para empreender em outras frentes”, diz.

Pode-se dizer que Karina é a mente estratégica da família, a responsável por orquestrar as melhores oportunidades para todos – dos programas e ações para Sabrina aos negócios com dona Kika Sato, do livro “Receitas & Memórias” e tem a franqueadora Bendito Ponto, e com Duda Nagle e Felipe Abreu, marido de Karina, que são sócios de empresas da Sato Participações.

“Isso vem desde cedo. Lembro que, antes de fazer qualquer coisa, meus pais sempre me perguntavam o que eu achava. Até hoje, quando alguém precisa de uma opinião, minha mãe costuma dizer: ‘Você já perguntou para a Karina?”

Segundo ela, um pilar de seu sucesso profissional é fechar trabalhos alinhados com o seu propósito. “O sucesso, para mim, está muito mais ligado a estar feliz e realizada profissionalmente, trabalhando em projetos em que acredito e com pessoas em quem confio”, diz. Outro ponto é a equipe. “Sou democrática e sempre pergunto ‘o você acha?’. Sei o que quero, mas não trabalho sozinha. É uma construção.”

Para Karina, ter um bom relacionamento com as pessoas é tão importante quanto os pontos citados. “Trato todos igual, da maneira que gostaria de ser tratada. Quem não faz isso e se acha melhor ou mais importante perde o valor para mim”, revela.

PONTAPÉ INICIAL

A carreira de empresária começou em 2003, com a participação de Sabrina no Big Brother. Karina, que é advogada, trabalhava no Grupo Votorantim e estava fazendo pós-graduação em Direito marcário. “Comecei a ver que tudo o que a Sá usava repercutia muito, como as meias coloridas e os brincos de pena. Na hora pensei: ‘Vou registrar as marcas delas’”, conta. Na mesma semana, recebeu uma ligação da Redibra, distribuidora da Disney no Brasil, dizendo que a Puket tinha interesse em licenciar uma linha de meias e calcinhas com a marca Sabrina Sato.

Na época, Karina queria continuar na Votorantim, mas com as propostas de trabalho chegando e o incentivo de Sabrina, ela mudou o rumo de sua carreira. Hoje, tem em seu portfólio clientes como Deborah Secco, Nina Silva e Ceará.

Texto por Caroline Marino

Matéria publicada na nova edição da Revista Poder.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Milan Guide

Milan Guide

Estou prestes a embarcar para o Salone Del Mobile.Milano, um marco na indústria do design que celebra sua...
Dia 12 de Abril

Dia 12 de Abril

Festival de Cannes À medida que o Festival de Cannes se aproxima de seus 80 anos, Thierry Frémaux...
Dia 11 de Abril

Dia 11 de Abril

Fragrâncias de Chanel Pelo terceiro ano consecutivo, a Chanel encanta novamente a capital com seu jardim efêmero durante...

Instagram

Twitter