Elon Musk
Reprodução via Wikimedia Commons

Compra do Twitter em risco e acusação de assédio: os últimos dias de Elon Musk têm sido difíceis

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Talvez seja possível dizer que em poucos momentos de sua vida Elon Musk passou por semanas de tanto agito quanto foram suas últimas. Desde sua multibilionária oferta para comprar o Twitter, no fim de abril, e um negócio que agora corre o risco de subir no telhado, ao seu pivô recente e inesperado por terras brasileiras para tratar exclusivamente de negócios, deixando alguns políticos chateados, o homem mais rico do mundo dominou o noticiário internacional em vários frontes.

Na semana passada, pouco tempo depois de desembarcar no Brasil, Musk também foi alvo de uma acusação de assédio sexual feita por uma funcionária de sua empresa de aviação aeroespacial, a SpaceX.

O nome da acusadora ainda não foi revelado, e o caso data de 2016, quando ela, que então trabalhava como comissária de bordo na SpaceX, teria recebido propostas indecentes do CEO e maior acionista da montadora de carros elétricos Tesla, que na mesma ocasião teria exibido seu pênis ereto para a subordinada e até lhe oferecido um cavalo em troca de uma massagem.

Musk nega ter feito isso, mas de qualquer forma optou por pagar US$ 250 mil (R$ 1,2 milhão) para sua suposta vítima em troca do silêncio dela.

O caso foi revelado foi revelado pelo site “Business Insider”, que teve acesso ao contrato de confidencialidade assinado pela tal ex-funcionária. E é pouco provável que o centibilionário se torne réu em um processo por crimes sexuais. De qualquer forma, o impacto da notícia negativa acabou afetando a ação da Tesla, que é negociada na bolsa de valores eletrônica Nasdaq, dos Estados Unidos, e sofreu uma forte queda tão logo veio à tona o suposto crime, custando a ele uma perda de US$ 10 bilhões (R$ 48,23 bilhões) no papel.

Musk, cuja fortuna é estimada em US$ 201 bilhões (R$ 972 bilhões), classificou a denúncia como “coisa de gente interesseira”, e seguiu cumprindo sua agenda de compromissos de trabalho.

A prova disso é que em seu retorno aos EUA depois de sua passagem por aqui, o ex-namorado de Grimes embarcou novamente em seu jatinho para um voo de apenas nove minutos a fim de se encontrar com executivos do Twitter e tentar seguir adiante com a aquisição do microblog. Do contrário, se a aquisição não vingar, o “Homem de Ferro” da vida real pode ser multado em no mínimo US$ 1 bilhão (R$ 4,82 bilhões).

Você também pode gostar