Brad Pitt
Foto: Matt Winkelmeyer/Getty Images

Brad Pitt processa Angelina Jolie por vender parte em vinícola na França

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Da série “as voltas que o mundo dá”… Lembra que GLMRM contou, em outubro do ano passado, que Angelina Jolie tinha vendido sua participação na vinícola Chatêau Miraval, que fica na região de Correns da França, em uma transação que deu à fabricante de vinhos e champanhes premiados um valor de mercado na casa dos US$ 164 milhões (R$ 828,2 milhões)? É que agora a coisa esquentou: aparentemente chateado com sua ex-mulher, Brad Pitt decidiu processá-la com o intuito de anular a venda do Miraval, que os dois compraram juntos em 2008 por US$ 28,4 milhões (R$ 143,4 milhões).

Pitt acredita que por ter a mesma fatia do Miraval que Jolie tinha, e de 40%, e também pelo fato de que eles foram sócios na propriedade produtora de vinhos e champanhes durante anos, ele tinha o direito de ser consultado pela atriz antes de fechar o negócio com o bilionário russo Yuri Shefler, dono de uma fortuna de US$ 2,5 bilhões (R$ 12,6 bilhões) e cuja empresa S.P.I. Group produz e vende bebidas alcoólicas em mais de 170 países.

Que fim vai ter essa nova batalha judicial daqueles que já formaram o casal mais famoso do mundo, ninguém sabe. Mas é certo que os dois, que oficializaram “mas nem tanto” seu divórcio em 2019, não vão sair dos tribunais tão cedo.

Você também pode gostar