26.05.2019  /  9:00

Modelo brasileira estreia em filme da Netflix e fala com Glamurama: “Adoraria fazer novela no Brasil”

A modelo está no elenco do filme ‘Alien Warfare’, produção americana de ficção científica original da Netflix

Uma modelo brasileira conseguiu o que muitos atores sonham: estrear na Netflix! Larissa Andrade, 33, está no elenco do filme ‘Alien Warfare’, produção sci-fi original da gigante de streaming. No longa Larissa vive Isabela, uma cientista brasileira que é peça-chave da trama para a descoberta de um enigma. Mas se engana quem acha que ela caiu de paraquedas na profissão. Depois de uma bem sucedida carreira de modelo no exterior, decidiu estudar arte dramática em 2013 e passou a se dedicar exclusivamente à carreira de atriz. Natural de Goiânia, já tem outros planos dentro da Netflix. Glamurama conversou com a gata.

Glamurama: Várias atrizes consagradas começaram suas carreiras como modelo. Você acredita que essa mudança seja um caminho natural?
Larissa Andrade: Modelar te faz ficar confortável frente às câmeras e migrar pra algo que seja mais ou menos da mesma natureza é comum. Para mim, modelar e atuar são profissões similares. Me sinto confortável atuando. Muitas modelos se tornaram atrizes de sucesso, outras fazem apenas incursões pontuais. Quero me dedicar muito a esse novo projeto.

G: Quais ex-modelos que viraram atriz você mais admira?
LA: Uma Thurman , Nicole Kidman e Charlize Theron.

G: Atualmente você mora em Los Angeles. Como funciona esse mercado para atrizes iniciantes e brasileiras?
LA: Acredito que a força maior nesse business está no networking que você conquista, nas audições que você faz e também na sua vontade de crescer na profissão. Com certeza ter um bom agente é fundamental ainda mais em L.A. Ainda estou à procura da pessoa ideal.

G: Há espaço para as latinas no cinema americano?
LA: Hoje em dia com a globalização da informação e as plataformas de streaming, o estereótipo ambíguo está muito em alta. Quanto mais diversa for sua aparência, mais chances de agradar a todos os mercados mundiais. E as brasileiras representam um pouco essa mistura toda.

G: Você tem intenção de atuar no Brasil? 
LA: Sou muito fã do cinema nacional. Temos diretores e atores excepcionais. Gosto muito das novelas. Me lembro de estar morando em Israel, ligar a televisão e estar passando “O Clone”. É incrível imaginar que a novela feita no Brasil atravessa o mundo e faz o mesmo sucesso. Adoraria fazer novela…

G: Com quais artistas gostaria de trabalhar?
LA: Adoraria trabalhar com um grande nome do cinema, como Meryl Streep, Robert Downey Jr, Dwayne Johnson… mas estou começando nessa carreira e tenho que manter os pés no chão. Mas sonhar é essencial, né?