Pharrell Williams e Tiffany & Co.
Foto: Divulgação

Óculos de diamantes de Pharrell Williams e bolsa ‘cabeça’ de Schiaparelli são acusadas de plágio

6 Compartilhamentos
6
0
0
0
0

Cantor, produtor e fashionista, Pharrell Williams anunciou mais uma collab, desta vez com a joalheria Tiffany & Co. Para dar um gostinho do que vem por aí, o músico usou um par de óculos da parceria durante o desfile de outono/inverno 2022 de Kenzo, em Paris, nesse domingo. Feito em ouro 18k, o elegante par em forma de amêndoa vem decorado com 61 diamantes redondos e brilhantes de mais de 25 quilates no total. Ao posar com os óculos, Pharrell exaltou a parceria: “Tiffany e eu estamos noivos. Essa é a primeira de muitas coisas que vou fazer com a marca”.

No entanto, o acessório fashion não foi bem recebido. Pharrel e a Tiffany estão sendo acusados de plagiar a peça que remete à criação de um óculos feito ainda no Império Mogol (estado existente entre 1526 e 1857 que chegou a dominar quase todo o subcontinente indiano). Acredita-se que a joia, que também apresenta lentes feitas de diamante e esmeralda, tenha pertencido originalmente à realeza deste império e que foram projetados para ajudar os reis a alcançarem a iluminação e afastarem o mal.

Não sobrou só para a joalheira nesta semana de moda de alta-costura. A Schiaparelli, que teve um dos desfiles mais comentados, apresentou uma bolsa em formato de cabeça em banho dourado. O acessório deu o que falar e foi até mostrado em detalhes por Daniel Roseberry, diretor criativo da maison.

O item não agradou Shalva Nikvashvili, designer da Bélgica que fez uma coleção de bolsas, em 2019, apenas com cabeças e rostos. “Isso é inaceitável! Comportamento sem vergonha! Peço gentilmente a todos que compartilhem isso… parte meu coração ser confrontado com esse tipo de situação!”, escreveu o artista em seu Instagram, comparando suas obras com o acessório apresentado na semana de moda. Climão!

Você também pode gostar