Thierry Mugler
Foto: Richard Bord/WireImage

Mundo da moda se despede de Thierry Mugler, estilista disruptivo

6 Compartilhamentos
6
0
0
0
0

Nesse domingo, a notícia do falecimento do estilista francês Thierry Mugler pegou o mundo da moda, que ainda estava triste pela morte do jornalista e editor André Leon Talley. Com um talento único para transformar passarelas em verdadeiros espetáculos, Mugler era disruptivo, pioneiro e revolucionário. Ao lado de Azzedine Alaïa e Jean Paul Gaultier, balançou as estruturas da moda francesa nos anos 1990 e marcou seu nome na história. Entre os seus feitos, está a criação do perfume Angel, um clássico em qualquer coleção de fragrâncias.

Reza a lenda que Mugler pediu ao perfumista francês Olivier Cresp que criasse algo que ressoasse a todos, ligado à suavidade e à infância, ao mesmo tempo em que trouxesse um apelo sensual. Depois de 600 experimentos, Cresp conseguiu atingir o objetivo, criando o primeiro perfume gourmand – ou seja, com ingredientes utilizados na culinária – da história. A proposta inusitada agradou mais que o esperado, fazendo do Angel o ícone de uma geração.

Mugler também foi responsável por redefinir os conceitos de sexy. Com sua marca, vestiu de Beyoncé a Kardashians, passando por Anitta e Cardi B, usando e abusando dos recortes, decotes e transparência.

Você também pode gostar