Alexandre Pavão
Bolsda de Alexandre Pavão. Foto: Divulgação

Conheça as marcas brasileiras que ganharam mercado com itens autorais, artesanais e muita informação de moda

3 Compartilhamentos
3
0
0
0
0

Quando o assunto é aquela bolsa sonho de consumo, qual a primeira marca que vem à sua cabeça? Podemos apostar que nomes como Dior, Chanel, Prada, Hermès, Gucci e Bottega Venetta logo começam a pipocar. No entanto, marcas e designers brasileiros têm investido cada vez mais em modelos autorais, confecções artesanais e peças originais com muita informação de moda, que são tão interessantes quanto os produtos internacionais. Além disso, ao investir em um bolsa made in Brazil, você incentiva talentos daqui, estimula o mercado e economiza na conversão. O famoso “todo mundo sai ganhando”. A seguir, confira a seleção do GLMRM de sete marcas de bolsas brasileiras que você precisa conhecer e, quem sabe, adicionar à sua coleção.

Alexandre Pavão

Alexandre Pavão, definitivamente, não é para iniciantes. A marca homônima surgiu em 2006, no interior de São Paulo, e de lá para cá conquistou o coração de muitos fashionistas. Entre eles, Maísa, que é fã declarada da label. Muito mais do que uma marca de bolsas, a Alexandra Pavão tem coleções completas de roupas, calçados, acessórios mil e até bucket hats. Com personalidade única e identidade visual forte, as peças da label, feitas à mão, surgem da mistura de diferentes materiais. Um verdadeiro convite para se divertir, experimentar e expressar arte e design através da moda.

Waiwai Rio

Somente uma marca legitimamente carioca seria capaz de misturar couro, seda, acrílico, palha, madeira e metal em uma única peça. Pois é, conheça a Waiwai Rio, a label que esbanja toda a bossa que só a cidade maravilhosa tem. Pelas mãos e mente do designer Leo Neves, as bolsas artesanais exaltam a beleza e os encantos do Rio. Adepta do slow fashion, a marca privilegia a produção nacional com processos de manufatura que resultam em acessórios únicos. Ou, como eles bem descrevem em seu site: acessórios que são a tradução de um Brasil contemporâneo.

Akra Collection

Você precisa conhecer as bolsas da Akra Collection criadas pelo designer goiano radicado na Bélgica Samuray Martins. Fundador e diretor criativo do Projeto Akra, Samuray tem como missão beneficiar a produção artesã nacional e o mercado sustentável do slow fabric. Para isso, organizou toda uma cadeia produtiva nos estados do Maranhão e Bahia que confecciona produtos para os segmentos de moda e decoração a partir da utilização das fibras do Buriti e da Piaçava, duas espécies de plantas típicas do Nordeste brasileiro. O resultado? Bolsas, cestos e maxicestos totalmente produzidos de maneira manual, desde a colheita até a embalagem dos produtos, cheios de charme

estilé

Cool, jovem e moderninha, a estilé se auto define como “designs icônicos para pessoas icônicas”. Do sonho de duas melhores amigas de infância, Beatriz Carvalho e Victoria Beukers, a marca surge para ressignificar os produtos artesanais e criar peças que falam por si só. Com DNA maximalista e único, o acrílico é a principal matéria-prima da marca, que também faz óculos de sol, pulseiras e roupas.

Escudero & Co

Com assinatura e estilo bem definidos, a Escudero & Co já faz parte da nossa lista de desejos há tempos. Suas bolsas de couro são feitas em terras brasileiras e com matéria-prima daqui. Além disso, seu design é completamente autoral e atemporal, um orgulho nacional que tem total controle do seu processo de fabricação. Entre os pilares da marca estão valores como sustentabilidade, autenticidade e localidade.

HÜLYA

Hülya significa sonhar acordado. A partir daí é fácil entender como a marca de alma carioca transforma sonhos e desejos em pequenas obras de arte. Idealizada durante a pandemia, em um momento de introspecção, e nascida em um momento de esperança, a marca valoriza o tempo, os trabalhos delicados feitos e desenvolvidos à mão. São seus detalhes, texturas e cores que tornam suas peças únicas e especiais. 

FOTO HÜLYA

Adô Atelier

Fundada pelas designers mineiras Fe Dubal e Tati Azzi, a Adô Atelier nasceu em 2008, em Belo Horizonte. O objetivo da dupla era criar uma barca de bolsas utilitárias de couro com foco na criatividade e no design autêntico e atemporal. Pouco apegadas a tendências e sem seguir calendários de moda, o desenvolvimento dos produtos têm como mote o consumo e produção conscientes, sempre pautado pela qualidade e durabilidade dos materiais e confiabilidade nos processos de produção, que é todo feito localmente, no Brasil.

Você também pode gostar