Gucci
Reprodução/Unsplash

Com mais de um século de história e cada vez mais ‘tech’, Gucci é eleita a marca mais valiosa da Itália

7 Compartilhamentos
7
0
0
0
0

Cada vez mais antenada nas novidades tecnológicas, a Gucci, que tem um departamento específico para assuntos de tecnologia, foi eleita a marca mais valiosa da Itália, com um valor estimado em US$ 37,9 bilhões (R$ 184,7 bilhões) pela Kantar.

Em relatório divulgado nesta sexta-feira (20), a empresa de pesquisas britânica colocou a maison fundada em 1921 por Guccio Gucci acima de nomes como Kinder, Ferrari e Prada em um ranking com as 30 marcas mais valiosas da bota, cujos valores estimados somados aumentaram 6,5% em 2021 e nada menos que 51% nos últimos quatro anos.

No caso da Gucci, que tem um valor de marca equivalente a um terço do total de todas as outras 29 marcas que aparecem no relatório da Kantar, seu sucesso financeiro se deve à boa gestão de seu controlador, o conglomerado de marcas de luxo francês Kering, ao apetite de consumidores de mercados emergentes por seus produtos e ao fato de que provavelmente já pode ser chamada de grife de moda mais pronta para o futuro..

Como GLMRM contou recentemente, a Gucci se prepara para aceitar pagamentos em criptomoedas em suas lojas nos Estados Unidos e também já tem planos para explorar a Web3, uma tecnologia ainda um tanto quanto utópica descrita como “a internet do futuro” e baseada em blockchain (espécie de livro-razão virtual), na qual é pioneira entre suas pares. A grife também estuda abrir uma boutique própria no metaverso, no qual já vende NFTs (Tokens Não Fungíveis, na sigla em inglês).

Você também pode gostar