Hillary Clinton e Donald Trump

Hillary Clinton e Donald Trump || Créditos: Getty Images

Milionários americanos pisam no freio por conta das eleições presidenciais

02.11.2016  /  9:00

PRESIDENTIAL DEBATE
Hillary Clinton e Donald Trump || Créditos: Getty Images

Uma pesquisa encomendada pela firma americana Spectrem Group, que analisa o comportamento dos investidores americanos, dá uma ideia do clima atual em Wall Street: de acordo com a pesquisa, que ouviu 250 pessoas, 4 em cada dez investidores com mais de US$ 1 milhão (R$ 3,2 milhões) disponíveis para alocar nos mercados globais não pretendem fazer grandes movimentações financeiras nos próximos meses.

O motivo do cuidado extremo, é claro, tem a ver com as eleições presidenciais nos Estados Unidos, marcadas para a próxima terça-feira. E independente de quem se sair vitorioso no pleito, o consenso entre os membros do seleto grupo é que as principais bolsas do mundo podem ter chegado ao ápice neste ano, o que resultaria em uma provável queda generalizada nos próximos meses.

A questão é quem estará no poder do país mais rico do mundo quando isso acontecer – Hillary Clinton ou Donald Trump – e qual deles têm mais chances de contornar a situação. (Por Anderson Antunes)