27.07.2019  /  8:44

Milionário chinês paga mais de R$ 17 milhões para almoçar com Warren Buffett e não aparece no encontro

Justin Sun e Warren Buffett || Créditos: Reprodução

Lembra de Justin Sun, o milionário chinês das criptomoedas que, do alto dos seus 29 aninhos, desembolsou US$ 4,57 milhões (R$ 17,2 milhões) em junho pela chance de almoçar com Warren Buffett? Então, o tête-à-tête dos dois foi marcado para a última quinta-feira, mas o jovem empreendedor, que começou a fazer fortuna com o site de compartilhamento de arquivos BitTorrent, deu “no show”.

No mesmo dia, Sun fez uma série de postagens na maior rede social da China, o Weibo, em que afirmou estar com pedras nos rins. Poucas horas depois, surgiu a notícia de que autoridades do país asiático estavam em sua cola e chegaram a prender alguns subordinados dele como consequência de mais um circo dos chineses contra o bitcoin e afins.

Além de ter perdido o almoço com o quarto homem mais rico do mundo, Sun terminou o dia postando a seguinte declaração: “A intenção de me reunir com o Sr. Buffett tinha como objetivo saber mais sobre suas ações de caridade e conhecimento financeiro, mas minha imaturidade, ingenuidade, impulsividade e boca grande transformaram essa oportunidade em uma descontrolada tentativa de autopromoção”.

Em tempo: ninguém sabe ao certo o atual paradeiro de Sun, que já foi alvo de investigações sobre lavagem de dinheiro e outros crimes do tipo, e tampouco se Buffett vai acertar remarcar o encontro ou ao menos lhe devolver os milhões que na horas desses apertos judiciais sempre fazem falta… (Por Anderson Antunes)