11.12.2018  /  8:35

Miley Cyrus admite que voltou a usar maconha por influência da própria mãe: “Fumamos juntas”

Miley e Tish Cyrus, e a cantora acendendo um || Créditos: Getty Images

Miley Cyrus, que tinha dado um tempo na cannabis, acaba de admitir que voltou a fazer uso da erva recentemente. E a cantora credita o revival à sua mãe, Tish Cyrus, que foi quem a influenciou a revisitar o hábito. “Nós fumamos um pouco juntas, aqui e ali, sabe?”, a eterna Hannah Monatana disse em uma entrevista que deu ao “The Sun”, publicada nesta segunda-feira.

Segundo o tabloide britânico, Cyrus abriu mão de fumar maconha (e de otras cositas más…) tempos atrás em razão dos efeitos colaterais que esta causa, como a fadiga e a ansiedade, que a certa altura começaram a afetar seu trabalho nos palcos. “Eu queria estar de cabeça limpa [durante os meus shows]”, ela explicou. “Não sentia a mesma energia depois que fumava”.

Agora que aprendeu a lição, a intérprete de “Wrecking Ball” só acende um baseado de vez em quando e apenas nos momentos de folga que curte em uma de suas mansões na Califórnia, onde o consumo recreacional de maconha é permitido. Resta saber se o ator Liam Hemsworth, namorado dela, também participa do fumacê familiar esporádico. (Por Anderson Antunes)