18.11.2013  /  16:59

Metropolitan de Nova York abre suas portas para a joalheria de JAR

Convite do jantar em celebração à exposição nesta quinta-feira, enviado gentilmente por Rafael Lupo Medina, gemólogo da Cartier Paris, para o Glamurama .
O Metropolitan Museum de Nova York abre pela primeira vez, nesta terça-feira, uma individual de um designer de joias. E não poderia ser outro se não Joel Arthur Rosenthal, mais conhecido como JAR, o americano que se instalou em Paris em 1966, abrindo as portas de seu discreto ateliê na Place Vendôme para as clientes mais exclusivas do Globo. Seu trabalho é marcado pela escolha minuciosa das melhores pedras, de coloração perfeita e também por sua técnica única de pavés. Borboletas e flores são recorrentes em suas criações, principalmente em broches.
Entre as principais clientes está a brasileira Lily Safra, que em maio de 2012 foi manchete no mundo todo quando promoveu junto a Christie’s, um leilão de sua coleção de joias, incluindo o maior lote de peças JAR a ir a leilão, que rendeu, sozinho, cerca de R$ 26 milhões. Ah, e é de Lily a joia que estampa o convite (acima) do jantar em comemoração à mostra para convidados, nesta quinta-feira. No Met, serão ao todo 400 peças do joalheiro, verdadeiras obras de arte. Clique aqui para saber mais e siga a seta na nossa galeria para conferir uma prévia da exposição, que abre ao público somente na quarta-feira.